4 de Julho de 2008 / às 18:16 / 9 anos atrás

CONSOLIDA-Indústria automotiva tem novo recorde no 1o semestre

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO, 4 de julho (Reuters) - O setor automotivo confirmou recordes de vendas e produção no primeiro semestre de 2008, refletindo a força da demanda interna.

A perspectiva é de que o crescimento desacelere um pouco na segunda metade do ano pelo desaquecimento geral da atividade após a alta do juro e pela base de comparação forte de 2007. Esse movimento, no entanto, não será empecilho para que o setor registre o melhor ano de sua história no Brasil.

"A inadimplência está sob controle, o crédito está crescendo, a economia está crescendo", citou Jackson Schneider, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, ao comentar os dados desta sexta-feira.

Schneider ressaltou que a inadimplência subiu para 3,7 por cento em maio deste ano ante 3,3 por cento um ano antes, mas continua sendo a menor taxa entre os bens duráveis.

As vendas internas do setor avançaram 5,8 por cento em junho sobre maio e 28,8 por cento frente a igual mês de 2007, para 256 mil unidades. Nos seis primeiros meses do ano, foram vendidas 1,41 milhão de unidades, avanço de 30 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

A produção de veículos subiu 4,8 por cento mês a mês e 23 por cento ante junho de 2007, totalizando 303,8 mil unidades. Foi o melhor junho da história para a produção. No semestre, houve avanço de 21,3 por cento, para 1,68 milhão de veículos.

"Vemos agora o mercado chegando a um patamar de crescimento mais cadenciado. Há uma tendência de que no segundo semestre as taxas sejam menores", afirmou Schneider.

Ainda assim, ele manteve as previsões para o ano de aumento das vendas em 24,2 por cento, a 3,060 milhões de unidades, e de crescimento da produção em 15 por cento, a 3,425 milhões.

O setor automotivo vem sendo estimulado pelo aumento da renda do consumidor e pelo crescimento do crédito e extensão dos prazos de financiamento.

Schneider disse que o setor tem uma preocupação com o aumento de custos gerado pela aceleração da inflação, mas não fez comentários sobre eventuais reajustes de preços. A Anfavea vem ressaltando que os preços do setor estão abaixo da inflação geral.

EXPORTAÇÕES

As exportações de veículos e máquinas agrícolas, em valor, subiram 11,3 por cento em junho sobre maio e 19 por cento na comparação anual, para 1,27 bilhão de dólares. No primeiro semestre, houve expansão de 11,8 por cento, para 6,87 bilhões de dólares.

Em volume, as vendas externas de veículos avançaram 20,3 por cento mês a mês, a 66,4 mil unidades, e 3,7 por cento sobre junho de 2007. No acumulado do ano, por outro lado, caíram 2,8 por cento, para 367 mil.

Edição de Renato Andrade e Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below