4 de Agosto de 2008 / às 20:37 / em 9 anos

PANORAMA2-Receio com EUA abala commodities e arrasta Bovespa

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 4 de agosto (Reuters) - A queda no preço das commodities abalou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) nesta segunda-feira, que fechou no menor nível em quase sete meses. Foi o terceiro pregão consecutivo de baixa.

As ações da Petrobras PETR4.SA e da Vale (VALE5.SA), com queda de 4,7 por cento e 7,15 por cento, respectivamente, foram as mais afetadas na bolsa paulista.

No mercado internacional, o cobre atingiu a mínima em seis meses, abalando as ações de mineradoras em todo mundo. O petróleo, com queda de quase 4 dólares, chegou à mínima em três meses.

“A pressão sobre as commodities como uma classe de ativos parece continuar e, dada a desaceleração que estamos vendo no crescimento dos Estados Unidos,... duvidamos que haja uma recuperação imediata em algum momento do curto prazo”, disse Edward Meir, analista de energia e metais básicos da MF Global, em Nova York.

A Bovespa não foi a única a sofrer com a queda das commodities. Wall Street e Europa tiveram baixa em meio à queda de empresas do setor de energia e mineração.

O setor financeiro também preocupou. O HSBC (HSBA.L), maior banco europeu, teve queda de 28 por cento no lucro do primeiro semestre. Indicadores dos Estados Unidos também assustaram, com sinais de um impacto maior da inflação sobre o consumo.

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,563 real, com variação positiva de 0,06 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 3,68 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa despencou 3,51 por cento, a 55.609 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,69 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 3,36 por cento, aos 34.468 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em alta na BM&F. O DI outubro de 2008 ficou estável a 13,08 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 subiu a 14,78 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 131,9 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,47 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil cedia 2 pontos, a 226 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 286 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI caiu 0,37 por cento, a 11.284 pontos. O Nasdaq .IXIC perdeu 1,1 por cento, para 2.285 pontos. O índice S&P 500 .SPX cedeu 0,9 por cento, aos 1.249 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,97 por cento no final da tarde ante 3,94 por cento na sexta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below