5 de Novembro de 2007 / às 17:01 / 10 anos atrás

Desaceleração da economia afetará carteira do Bradesco em 2008

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO (Reuters) - A desaceleração da economia no ano que vem deve reduzir levemente a expansão da carteira de crédito do Bradesco, que aposta no crescimento orgânico para enfrentar a concorrência.

“Se cair um pouquinho a expectativa do crescimento do PIB, para 4,37 (por cento), o que nós estamos projetando, a gente deve ficar entre 20 e 25 por cento”, disse o presidente do maior banco privado do país, Márcio Cypriano, em conferência com jornalistas nesta segunda-feira, após a divulgação do balanço do terceiro trimestre.

A projeção para o crescimento da carteira de crédito do banco este ano foi mantida entre 21 e 27 por cento, enquanto a previsão para o PIB em 2007 é de avanço de 4,91 por cento.

Embora a taxa de expansão da concessão de crédito diminua um pouco, a expectativa do Bradesco é que a carteira continue crescendo. A concessão de crédito no país está atualmente em 33,1 por cento do Produto Interno Bruto Brasileiro e o banco estima que ela suba para 38,1 por cento ao final de 2008.

Segundo Cypriano, o impulso no ano que vem continuará vindo do crédito imobiliário, de veículos, do crédito consignado e do cartão de crédito.

“Vamos ter crescimento importante na pequena e média empresa”, complementou. “Temos verificado que um número cada vez maior de empresas dos diversos setores tem aumentado seus investimentos e que o apetite por tomada de risco vem se ampliando a cada mês.”

Este movimento já vem ocorrendo. No terceiro trimestre, a carteira de pequenas e médias empresas foi a que mais cresceu em relação ao mesmo período de 2006: 33,6 por cento, frente aos 28,5 por cento de pessoas físicas e 20,8 por cento de grandes empresas.

O Bradesco divulgou esta manhã aumento de 15 por cento no lucro líquido recorrente do terceiro trimestre, levemente acima da projeção média de seis analistas consultados pela Reuters.

“Em linhas gerais, o resultado não foi extremamente emocionante, mas forte e fundamentalmente sólido, com muitos sinais de mais tempos bons à frente”, afirmou o analista Carlos Macedo, da corretora Unibanco, em relatório.

CRÉDITO IMOBILIÁRIO

No crédito imobiliário, a previsão é que a carteira do Bradesco atinja 4 bilhões de reais no próximo ano, frente aos 3 bilhões de reais registrados em outubro. Na carteira de pessoa jurídica desse segmento, a alta foi de 87,1 por cento nos 12 meses encerrados em setembro, enquanto na de pessoa física, o avanço foi de 40,1 por cento.

“O crédito imobiliário no Brasil representa apenas 2,2 por cento da participação no PIB. É extremamente pequena, estamos trabalhando com um crescimento...para algo como 12 por cento (até 2014). Temos espaço enorme para crescer”, disse Cypriano.

E em época de acirramento da concorrência depois que o Santander comprou o ABN Amro Real e que o Banco do Brasil amplia as incorporações de bancos estaduais, o Bradesco mostrou nesta segunda-feira foco no crescimento orgânico.

“Hoje está muito mais difícil você adquirir bancos estatais...e o banco para poder combater esse movimento tem que fazer o que nós fazemos sempre, que é o crescimento orgânico”, afirmou Cypriano.

No início de outubro, o presidente do Bradesco disse que a área jurídica do banco estava avaliando a legalidade das incorporações promovidas pelo BB, mas nesta segunda-feira negou que a instituição que dirige estuda tomar qualquer medida para contestar este tipo de operação, além das que já tem na Justiça, como a que trata do Banco de Santa Catarina.

“Em termos de concorrência, a gente não tem receio...Nós vamos realmente crescer mais que o mercado e principalmente no crescimento orgânico”, reforçou o executivo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below