23 de Outubro de 2007 / às 02:07 / em 10 anos

ATUALIZA-Bovespa S.A. lança ações dia 26 com oferta de R$5 bi

(Reescreve texto e acrescenta mais dados sobre a oferta e contexto)

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 5 de outubro (Reuters) - A Bovespa Holding lançará em três semanas seus papéis no mercado brasileiro no que pode se transformar na maior oferta inicial de ações da história do país.

De acordo com comunicado publicado nesta sexta-feira, a holding que controla a Bolsa de Valores de São Paulo e a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), fará uma emissão secundária de ações que poderá ultrapassar os 5 bilhões de reais, o que deixaria para trás a emissão feita pela Redecard RDCD3.SA em julho, que levantou 4,64 bilhões de reais.

A distribuição secundária da Bovespa Holding envolve 250.492.283 ações ordinárias e inclui a opção de lote suplementar de até 37.573.842 ações. Os coordenadores estimam que o preço por ação fique entre 15,50 reais e 18,50 reais.

Levando-se em conta o teto da previsão, a oferta totalizaria 4,6 bilhões de reais. Com o lote suplementar, ficaria em 5,33 bilhões de reais.

O período de reserva vai de 15 a 23 de outubro e as ações estréiam dia 26 de outubro. No prospecto preliminar divulgado em 31 de agosto, a previsão era que o período de reserva fosse de 8 a 24 de outubro.

Os papéis da bolsa paulista serão negociados com o símbolo “BOVH3” no Novo Mercado, ambiente que exige mais governança corporativa e transparência. Os coordenadores são Goldman Sachs e Credit Suisse. O UBS Pactual atuará como coordenador internacional.

Em agosto, a Bovespa aprovou a criação de uma sociedade por ações (S.A.), deixando de ser entidade sem fins lucrativos e abrindo caminho para a oferta de ações.

O capital social da Bovespa Holding é de 1,45 bilhão de reais, dividido em 705.275.264 ações ordinárias, de acordo com o prospecto preliminar. Os dois maiores acionistas são Itaú ITAU4.SA e Santander Banespa, com cerca de 5,5 por cento de participação na empresa cada.

FORTE CRESCIMENTO

No primeiro semestre deste ano, o lucro da Bovespa Holding ficou em 243,8 milhões de reais, resultado 71,4 por cento maior que no mesmo período de 2006. No ano passado, a empresa teve lucro líquido de 274 milhões de reais, segundo o prospecto preliminar da oferta.

“O crescimento de nossos resultados é consequência direta do aumento do volume financeiro negociado em nossos mercados, uma vez que nossa principal fonte de receita advém dos emolumentos que cobramos”, afirmou a Bovespa Holding no documento.

Desde 2004, mais de 70 novas empresas estrearam na Bovespa, emitindo um total superior a 44 bilhões de reais em ações. Só em 2007, somando-se também as ofertas não iniciais, esse tipo de operação soma 47 bilhões de reais.

Segundo dados de Federação Mundial de Bolsas de Valores, a bolsa paulista foi a oitava que mais captou recursos através de ofertas de ações em 2007, à frente até da norte-americana Nasdaq.

O volume financeiro médio diário negociado na Bovespa subiu de 558 milhões de reais em 2002 para 4,4 bilhões de reais em 2007. O valor de mercado das empresas negociadas na bolsa supera os 2 trilhões de reais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below