6 de Outubro de 2008 / às 11:02 / em 9 anos

RPT-PT conquista 6 capitais e Serra ganha força com Kassab

(Repete matéria publicada na madrugada de 2a-feira)

Por Natuza Nery

BRASÍLIA, 6 de outubro (Reuters) - O PT conquistou seis das 15 capitais que já escolheram seus prefeitos no domingo, mas o futuro da cidade de São Paulo, maior trunfo político da disputa, só será decidido em 26 de outubro.

Além de São Paulo, as outras maiores capitais do país terão segundo turno.

Enquanto o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi a sigla vitoriosa nesta primeira rodada da eleição, o risco de perder a maior capital do país ronda a legenda.

“O PT está colhendo os melhores resultados das três eleições (municipais) que participamos”, disse à Reuters o tesoureiro do partido, Paulo Ferreira.

O partido elegeu candidato em Recife e reelegeu os prefeitos de Vitória, Fortaleza, Rio Branco, Porto Velho e Palmas.

Mesmo com um segundo turno entre Gilberto Kassab (DEM) e Marta Suplicy (PT), a disputa em São Paulo já fez um vencedor. Padrinho político do candidato democrata, em detrimento do tucano Geraldo Alckmin, o governador José Serra (PSDB) mostrou sua força política, apresentando-se como nome forte na disputa presidencial de 2010.

Ao contrário do que apontavam as pesquisas, Marta passou para o segundo turno em um amargo segundo lugar.

“Segundo turno é outra eleição, mas a situação de Marta Suplicy está bem complicada”, avaliou Carlos Lopes, analista político da Santafé Idéias.

“Serra parece ter sido o vencedor individual dessa eleição”, acrescentou.

Onze capitais terão nova rodada de eleição, oito delas sediando disputas entre partidos da base de sustentação do governo Lula, também vitoriosa nesta noite.

O PSDB perdeu em São Paulo e reelegeu-se em Curitiba e Teresina. No segundo turno, disputará Cuiabá e São Luís.

PMDB e PSB elegeram dois prefeitos cada. O primeiro reelegeu seus candidatos em Goiânia e Campo Grande e está no páreo do segundo turno no Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Belém, Porto Alegre e Florianópolis.

Já o PSB reelegeu candidatos em João Pessoa e Boa vista, indo para o segundo turno em Belo Horizonte.

Foi exatamente na capital mineira que ocorreu uma das surpresas do primeiro turno. Mesmo com o apoio do governador Aécio Neves (PSDB) e do prefeito Fernando Pimentel (PT), o candidato Márcio Lacerda (PSB), não conseguiu evitar um segundo turno.

PV, PCdoB e PP conseguiram, respectivamente, vencer em Natal, Aracaju e Maceió.

Não fosse pela possibilidade de ganhar em São Paulo, o DEM teria sido praticamente riscado do mapa das capitais. O partido vem perdendo uma base política brutal e se consolida nesta eleição como sigla parlamentar.

CAMPANHA NACIONALIZADA

No segundo turno, São Paulo aguarda o desembarque de toda a classe política brasileira com parco ou robusto cacife eleitoral.

Lula deve usar sua popularidade para ajudar Marta a virar o jogo, assim como caciques democratas e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso devem atuar para fortalecer a candidatura Kassab.

Somente o candidato derrotado Geraldo Alckmin, que vem encolhendo politicamente a cada eleição que concorre, é a única dúvida oposicionista no palanque do democrata.

Há quem espere em São Paulo uma espécie de prévia para a disputa presidencial daqui a dois anos. Os temas do embate tendem a esbarrar nas questões nacionais, num clássico confronto governo x oposição.

O resultado da noite de domingo mostrou a tendência pela continuidade das administrações. Em 13 das 15 capitais com resultados definidos em primeiro turno, os atuais prefeitos se reelegeram. Somente Recife e Natal estão fora dessa lista.

Reportagem adicional de Raymond Colitt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below