8 de Agosto de 2008 / às 14:59 / em 9 anos

BOVESPA-Espremido entre commodities e NY, índice opera volátil

SÃO PAULO, 8 de agosto (Reuters) - Espremida entre o efeito da queda acentuada nas cotações do petróleo sobre as ações da Petrobras, e o movimento fortemente positivo de Wall Street, a Bolsa de Valores de São Paulo operava sem tendência definida nesta sexta-feira.

Depois de operar em queda na primeira hora de negócios, o Ibovespa .BVSP passava a oscilar em torno da estabilidade. Às 11h54, o indicador exibia alta de 0,15 por cento, aos 57.100 pontos. O volume financeiro somava 1,2 bilhão de reais.

O receio de que uma desaceleração econômica na Ásia e na Europa reduza a demanda por petróleo CLc1 fazia a commodity cair para a faixa dos 116 dólares o barril.

Em Wall Street, esse movimento era lido como sinal de menos pressão inflacionária nos Estados Unidos, o que fazia o índice Dow Jones .DJI, da Bolsa de Nova York, subir 1,72 por cento.

Na Bovespa, a queda generalizada das commodities internacionais pressionava as ações de empresas ligadas ao setor. As preferenciais da Petrobras (PETR4.SA) cediam 0,56 por cento, valendo 33,67 reais.

Nesse aspecto, os anúncios de que a companhia comprou a participação da ExxonMobil (XOM.N) na Esso Chile por 400 milhões de dólares e que descobriu uma nova reserva de óleo leve na Bacia de Santos tinham pouca influência nos negócios.

No setor de metais, as preferenciais da Vale VALE5.SA recuavam 0,41 por cento, cotadas a 36,60 reais. As preferenciais da Gerdau (GGBR4.SA) caíam 2,40 por cento, para 30,90 reais.

“Apesar do peso das commodities no Ibovespa, a sensação é de que o índice está mais propenso a seguir o comportamento das bolsas americanas. Pelo menos se a alta lá for muito forte”, disse Carlos Alberto Ribeiro, diretor da Novação Distribuidora.

Dentre os setores que exibiam fôlego, apareciam os de eletricidade, telefonia, construtoras e varejo. Mas a fila de ganhos era puxada pelas companhias aéreas, justamente favorecidas pela expectativa de menores custos dos combustíveis.

As ações preferenciais da Gol GOLL4.SA, que haviam despencado 15 por cento na quinta-feira, recuparavam-se parcialmente, com alta de 6,39 por cento, para 16,98 reais.

No mesmo caminho, os papéis ordinários da Embraer (EMBR3.SA) avançavam 3,93 por cento, a 11,91 reais; enquanto as preferenciais da TAM TAMM4.SA tinham ganho de 3,79 por cento, a 34,20 reais.

Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Renato Andrade

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below