11 de Junho de 2008 / às 11:03 / em 9 anos

PANORAMA1-Divulgação "tripla" de inflação dá tom aos negócios

SÃO PAULO, 11 de junho (Reuters) - Uma batelada de indicadores de inflação é o destaque desta quarta-feira, véspera da divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Embora seja o índice “oficial” do país, o IPCA que será anunciado nesta manhã trará uma visão de retrovisor por se tratar do mês de maio --período em que a pressão dos Alimentos pode ter chegado ao pico.

Nesse sentido, ganham relevância a primeira prévia do IGP-M de junho e a primeira quadrissemana do IPC-Fipe, que já mostrou aceleração de 1,30 por cento, acima das previsões dos analistas.

Para a leitura inicial do IGP-M, a previsão de analistas consultados pela Reuters é de uma desaceleração para 1,15 por cento, depois da taxa de 1,36 por cento na primeira prévia de maio.

COMMODITIES E ENERGIA

O governo dos Estados Unidos deverá anunciar nesta quarta-feira que os estoques de petróleo do país caíram 1,1 milhão de barris na semana passada, segundo estimativa de analistas, enquanto as reservas de gasolina teriam subido 1,2 milhão de barris e as de derivados aumentado 1,7 milhão de barris.

Na terça-feira, o petróleo negociado nos EUA registrou queda, com um dólar forte pressionando os futuros.

Nos mercados agrícolas, a expectativa é de que os os grãos negociados em Chicago continuem firmes, depois que o governo dos Estados Unidos reduziu a estimativa de produção de milho na terça-feira.

Para a agenda do dia, clique [nN10343439]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,647 real, em alta de 1,23 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 2,903 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa perdeu 2,17 por cento, a 67.774 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,2 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 3,12 por cento, para 40.373 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam sem rumo comum na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 13,17 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 14,76 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 133,938 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,259 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil recuava 9 pontos, a 186 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 245 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI teve variação positiva de 0,08 por cento, a 12.289 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 0,43 por cento, para 2.448 pontos. O índice S&P 500 .SPX declinou 0,24 por cento, aos 1.358 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 4,11 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado; Edição de Cláudia Pires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below