12 de Setembro de 2008 / às 11:04 / 9 anos atrás

PANORAMA1-EUA seguem no radar, por Lehman e inflação no atacado

SÃO PAULO, 12 de setembro (Reuters) - A semana termina com foco total nos Estados Unidos. Além da situação delicada do Lehman Brothers LEH.N e a expectativa de algum acordo, investidores acompanham nesta sexta-feira a inflação no atacado do país em agosto e a confiança do consumidor no início de setembro.

A expectativa de Wall Street é de que o alívio recente dos preços do petróleo tenha ajudado o PPI a registrar a primeira queda em oito meses, de 0,5 por cento.

Para o núcleo do indicador, a previsão é de aumento de apenas 0,2 por cento, depois da alta de 0,7 por cento em julho.

O dado ganha ainda mais relevância pela proximidade da reunião do Federal Reserve, agendada para a próxima terça-feira.

O clima de cautela sobre o setor financeiro não deve der abandonado, já que na véspera surgiram no mercado especulações de que o governo norte-americano poderia anunciar alguma medida para aliviar a situação do Lehman durante o final de semana.

Perto do fechamento, o mercado reagiu a uma notícia de que o banco de investimento estaria conversando com algumas instituições. Nada foi confirmado e é possível que um eventual acordo espere até o governo dar sinais sobre se vai ou não ajudar o Lehman.

Para a agenda do dia, clique [nN11157278]

Veja como encerraram os principais mercados na quinta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,816 real, em alta de 1,74 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,2 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa avançou 3,3 por cento, a 51.270 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,6 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 1,33 por cento, aos 28.576 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam sem rumo comum na BM&F. O DI janeiro de 2010 caiu a 14,64 por cento, enquanto o DI janeiro de 2012 subiu a 14,14 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 130,875 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,56 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subia 2 pontos, a 270 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 333 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI avançou 1,46 por cento, a 11.433 pontos. O Nasdaq .IXIC teve alta de 1,32 por cento, a 2.258 pontos. O índice S&P 500 .SPX subiu 1,38 por cento, aos 1.249 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava levemente e o rendimento subia para 3,65 por cento no final da tarde ante 3,63 por cento na quarta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado; Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below