11 de Junho de 2008 / às 21:00 / em 9 anos

PANORAMA2-Inflação domina atenção do mercado e derruba bolsas

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 11 de junho (Reuters) - O temor da perda do controle sobre a inflação dominou a pauta dos mercados internacionais nesta quarta-feira, com alta de mais de 5 dólares do petróleo nos Estados Unidos e queda das bolsas de valores em Wall Street.

O aumento dos custos de energia, aliado aos alimentos, é um dos principais fatores por trás da escalada global dos preços. Nesta sessão, o gatilho para a alta do petróleo foi a divulgação de que os EUA registraram forte queda nos estoques na semana passada.

“Isso trouxe de volta todos aqueles temores sobre a inflação”, disse Ryan Detrick, estrategista técnico da Schaeffer’s Investment Research, em Cincinatti.

O Livro Bege do Federal Reserve, que resume as condições econômicas da maior economia do mundo, também mostrou que parte das empresas já repassava em maio o aumento dos custos de produção aos consumidores.

A alta do petróleo trouxe junto a queda do dólar no mercado internacional --devidamente acompanhada no Brasil. Aqui, a moeda norte-americana teve baixa de 0,36 por cento.

Mesmo com o avanço recente do real, os índices de inflação não pouparam o mercado brasileiro. Os juros tiveram mais uma sessão de alta na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) depois que três indicadores subiram mais que o esperado.

Um dos dados mostrou alta de 0,79 por cento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em maio --maior resultado para o mês desde 1996. As prévias do IGP-M e do IPC-Fipe de junho também assustaram os investidores, que discutem a necessidade de um aperto mais contundente na taxa básica de juro pelo Banco Central.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,641 real, em queda de 0,36 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 4,16 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa caiu 1,45 por cento, a 66.794 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,35 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em queda de 1,5 por cento, aos 39.761 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 13,28 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 14,81 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 133,4 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,33 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil avançava 7 pontos, a 191 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 248 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI perdeu 1,68 por cento, a 12.083 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 2,24 por cento, para 2.394 pontos. O índice S&P 500 .SPX recuou 1,69 por cento, aos 1.335 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia levemente e o rendimento cedia para 4,079 por cento no final da tarde ante 4,097 por cento na terça-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke em São Paulo e Jennifer Coogan em Nova York; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below