June 12, 2008 / 10:09 PM / 10 years ago

PANORAMA2-BC indica que aperto monetário vai continuar

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 12 de junho (Reuters) - O Banco Central afirmou nesta quinta-feira que a alta da Selic deve continuar “enquanto for necessário” para conter a pressão inflacionária, fazendo com que alguns investidores abandonassem a idéia de que o aperto seria curto.

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), porém, não sinalizou um ritmo mais forte de elevação do juro —o que permitiu que as projeções devolvessem parte da alta dos últimos dias na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

Parte do mercado também teve a oportunidade de participar de um encontro com o presidente do BC, Henrique Meirelles, e saiu de lá com a impressão de que o próximo aumento será de 0,50 ponto percentual.

Segundo uma fonte que participou da reunião periódica, os grandes bancos mostraram que “está havendo uma desaceleração do crédito, inequívoca, e isso vai aparecer no segundo semestre”.

No mercado de câmbio, a estréia das ações da OGX na sexta-feira foi citada como uma das responsáveis pela entrada de recursos que contribuiu para a queda do dólar.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou a série negativa de quatro pregões. O ânimo foi favorecido pela alta das bolsas em Nova York após dados mais fortes do que o esperado sobre o varejo nos Estados Unidos.

As vendas aumentaram duas vezes mais que o previsto em maio com o efeito da restituição federal, que começou a chegar aos consumidores após o pacote de estímulo econômico do governo.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,635 real, em baixa de 0,37 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,863 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

Segundo dados preliminares, o Ibovespa subiu 0,79 por cento, a 67.319 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,6 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 1,16 por cento, aos 40.223 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em queda na BM&F. O DI janeiro de 2009 recuou a 13,20 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 14,78 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 132,7 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,43 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil cedia 6 pontos, a 186 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 242 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI subiu 0,48 por cento, a 12.141 pontos. O Nasdaq .IXIC avançou 0,43 por cento, para 2.404 pontos. O índice S&P 500 .SPX teve alta de 0,33 por cento, aos 1.339 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 4,21 por cento no final da tarde ante 4,08 por cento na quarta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Daniela Machado, Renato Andrade, Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below