December 14, 2007 / 6:25 PM / 11 years ago

Oscar Niemeyer elogia Putin em homenagem da embaixada russa

Por Julio Villaverde

Embaixador da Rússia no Brasil, Vladimir Tyurdenev (esquerda), coloca medalha da amizade no arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, no Rio de Janeiro. Niemeyer, prestes a completar 100 anos, recebeu uma condecoração de Moscou nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, quando lançou elogios ao presidente russo, Vladimir Putin, e afirmou que o capitalismo está 'desmoralizado'. Photo by Bruno Domingos

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O arquiteto Oscar Niemeyer, prestes a completar 100 anos, recebeu uma condecoração de Moscou nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, quando lançou elogios ao presidente russo, Vladimir Putin, e afirmou que o capitalismo está “desmoralizado”.

Em seu escritório em Copacabana, Niemeyer também repetiu sua satisfação com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e falou mais uma vez que “os países da América Latina estão seguindo um caminho mais popular”.

O arquiteto, que faz aniversário no sábado, recebeu a Ordem da Amizade do governo russo, uma condecoração assinada em decreto por Putin. Para Niemeyer, o presidente da Rússia “é jovem, corajoso e está se impondo”.

O arquiteto, conhecido por seus projetos modernistas e também pela intransigente defesa ao comunismo, é amigo do líder cubano, Fidel Castro, e tem um passado de estreita ligação com o regime da extinta União Soviética.

A Rússia vem passando por turbulências políticas, após as eleições parlamentares de novembro que, segundo países do Ocidente, foram alvo de manipulação. Na quinta-feira, o ex-campeão mundial de xadrez Garry Kasparov, preso recentemente por organizar um protesto contra o governo, alertou que o país está entrando em uma ditadura.

Depois de um brinde com champanhe e de uma conversa com o embaixador russo, Vladimir L. Tyurdenev, o arquiteto afirmou que desejava ver “um mundo melhor, mais fraternal...em que as pessoas não queiram descobrir os defeitos das outras, mas sim que tenham prazer de ajudar o outro.”

“Estamos otimistas, o mundo está mudando, o império velho de Bush está desmoralizado”, disse Niemeyer. “Acho que o mundo está melhorando, o capitalismo está desmoralizado e essa reação é natural.”

“Estamos contentes com o governo brasileiro. O presidente Lula era operário, essa origem dele leva isso para o povo. É patriota, sabe que é necessário reagir às pretensões americanas, ele afirma isso muito bem”, disse Niemeyer.

O embaixador da Rússia disse que o prêmio foi concedido ao arquiteto por “seus grandes méritos na consolidação da amizade e cooperação entre os povos de Brasil e Rússia”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below