16 de Julho de 2008 / às 19:28 / em 9 anos

Dólar quebra sequência de baixas e fecha em alta de 0,57%

Por Fabio Gehrke

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta nesta quarta-feira, devolvendo parte da forte queda acumulada nos últimos dias. A moeda norte-americana subiu 0,57 por cento, a 1,597 real.

Após cair 1,6 por cento nas últimas cinco sessões, o dólar voltou a buscar o patamar de 1,60 real.

“(O dólar) achou um ponto de equilíbrio em 1,60 real, mas teve entrada muito grande da Vale nesses últimos dias”, afirmou o gerente de câmbio de um banco estrangeiro, que preferiu não ser identificado.

Ele lembrou que o dólar “andou na contramão” nos últimos dias, quando os mercados acionários internacionais tiveram forte baixa.

A Vale faz uma oferta global de ações, com o período de reservas encerrado na terça-feira. O preço dos papéis na operação deve ser anunciado ainda nesta quarta-feira.

A recuperação do dólar frente ao real também foi sustentada pelo movimento da divisa em relação a uma cesta das principais moedas globais .

Nesta tarde, as bolsas de valores norte-americanas operavam em forte alta, repercutindo o otimismo com o recuo dos preços do petróleo e com os resultados acima do esperado do banco Wells Fargo.

Milton Mota, operador da SLW Corretora, afirmou que o dólar teve mais um movimento de ajuste e ponderou que a tendência de queda da divisa continua.

“O mercado está achando que deve entrar dinheiro da Vale e que parte desse dinheiro deve vir de fora. Por isso (o dólar) está se mantendo abaixo de 1,60 real”, afirmou Mota. “Eu não vejo esse dólar para cima.”

Apesar da forte entrada de recursos nos últimos dias, o Banco Central divulgou que o fluxo cambial está negativo em 828 milhões de dólares nas duas primeiras semanas de julho. As operações financeiras no período acumularam saldo negativo de 3,441 bilhões de dólares.

Ainda assim, o país registra entrada líquida de 14,106 bilhões de dólares em 2008.

No meio da sessão, o BC realizou um leilão de compra de dólares no mercado à vista e definiu taxa de corte a 1,5969 real.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below