for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Presidente iraniano classifica alta do petróleo de "falsa"

Mahmoud Ahmadinejad durante cerimônia oficial em Teerã. Photo by Rafiqur Rahman

ISFAHAN, Irã (Reuters) - O mercado de petróleo está sobreabastecido e a recente alta no preço da commodity é “falsa e imposta”, disse o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, na terça-feira. Ele culpou a fragilidade do dólar que, sugeriu, estaria sendo desvalorizado propositadamente.

“Num momento em que o crescimento do consumo é menor do que o crescimento na produção e o mercado está cheio de petróleo, os preços estão subindo e esta tendência é completamente falsa e imposta”, disse ele

“Está muito claro que mãos visíveis e invisíveis estão controlando os preços de maneira falsa com objetivos políticos e econômicos”, disse ele quando abriu uma reunião do Fundo Internacional para Desenvolvimento da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Com a alta nos preços dos combustíveis provocando protestos em todo o mundo, Ahmadinejad atacou os impostos ao setor de energia em países consumidores. Ele disse que há uma diferença “injusta” na receita entre países exportadores e importadores.

O Irã, quarto maior exportador do mundo, afirmou repetidamente que o mercado está bem abastecido de petróleo e culpa a especulação, a fragilidade do dólar e fatores geopolíticos pela alta nos preços.

O país já afirmou que não vê necessidade da Opep impulsionar a produção, como querem os Estados Unidos e outros países consumidores.

Reportagem de Zahra Hosseinian em Teerã

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up