17 de Setembro de 2008 / às 19:04 / em 9 anos

Lula vai ajudar Morales reforçando vigilância na fronteira

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o Brasil fortalecerá a vigilância na fronteira com o Acre para combater grupos armados no departamento de Pando, que tentam desestabilizar o governo boliviano.

Em entrevista exclusiva à TV Brasil, Lula informou que a Polícia Federal vai atuar na fronteira para evitar trânsito de pessoas armadas e o narcotráfico.

“Nem pensar em ingerência brasileira na Bolívia; muito menos tropas”, disse o presidente.

A pedido do presidente Evo Morales, o Brasil também deve vender ao vizinho frotas de caminhões e ônibus para o exército daquele país.

“O Evo pediu para a gente ver se pode vender caminhões para as tropas dele. Nós vamos ver se a indústria automobilística brasileira pode produzir, e com certa rapidez, alguns caminhões para a Bolívia”, disse Lula.

Os trechos da entrevista sobre a situação na Bolívia foram divulgados pela Agência Brasil.

Segundo a transcrição, Lula também comentou a interferência dos Estados Unidos em assuntos internos de países da América do Sul em diversos momentos da história do continente.

“Se for verdade que o embaixador dos Estados Unidos fazia reunião com a oposição do Evo Morales, o Evo está correto de mandá-lo embora”, disse.

“O papel de embaixador não é fazer política dentro do país, não”, completou.

A situação na Bolívia já conta com um saldo de mais de 30 mortos e grandes prejuízos econômicos. Morales acusou representantes da Casa Branca de tramar contra seu governo e expulsou de La Paz o embaixador norte-americano.

O governo Morales afirmou que já retomou o controle completo de gasodutos, depois de seis dias de ocupação por manifestantes oposicionistas. O fornecimento para o Brasil pode crescer ligeiramente quando for concluído o conserto de um duto danificado.

Lula gravou a entrevista durante a manhã nos jardins do Palácio da Alvorada. De acordo com a TV Brasil, o presidente falou sobre crise nos Estados Unidos, possíveis medidas para aumentar a circulação de crédito no país, Petrobras e pré-sal, entre outros assuntos.

A entrevista inaugura a primeira de uma série de conversas com ex-presidentes. Estão sendo convidados Fernando Henrique Cardoso, Itamar Franco, Fernando Collor e José Sarney. (Reportagem de Natuza Nery)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below