19 de Junho de 2008 / às 18:28 / 9 anos atrás

Vale não negocia, por ora, qualquer aquisição--Agnelli

Por Denise Luna

COSTA DO SAUÍPE, Bahia (Reuters) - A Vale não iniciou até o momento qualquer negociação visando aquisições de empresas no setor de mineração, apesar de estar avaliando de forma permanente oportunidades de compras, disse nesta quinta-feira o presidente-executivo da empresa, Roger Agnelli.

Ele acrescentou que o setor passa por um momento de aumento “selvagem” dos custos de produção, o que tem exigido grande esforço de gestão da companhia e que deve elevar em alguns bilhões de dólares o plano total de investimentos inicialmente estimado em 59 bilhões de dólares.

Agnelli dissociou a captação de 14 bilhões de dólares que a empresa pretende realizar até o final de julho de uma possível compra iminente, afirmando que o objetivo é deixar a empresa financeiramente mais flexível para quando surgirem oportunidades.

“Nós não vamos comprar nada, ninguém, estamos quietos, o que a gente quer agora é fazer a operação de aumento de capital, realizar nossos investimentos, que é um desafio enorme”, afirmou Agnelli a jornalistas após palestra no encontro de conselheiros do fundo de pensão Previ, do Banco do Brasil.

“Existem movimentos no próprio mercado financeiro de especulação natural, cada um tenta valorizar ativos, ou desvalorizar ativos, esse é um jogo natural, o mercado financeiro começa a fazer suas suposições, algumas empresas procuram valorizar os seus ativos, empresas começam a chamar a atenção para serem namoradas, mas isso não nos afeta em absolutamente nada”, acrescentou.

A mineradora brasileira tem sido alvo de amplos comentários no mercado e na mídia sobre um possível movimento de aquisição de alguma empresa de grande porte no setor.

Os comentários ganharam força após o anúncio da oferta de ações, com várias empresas sendo apontadas como possíveis alvos. Antes das declarações de Agnelli, a Vale divulgou um comunicado negando negociação com bancos para uma possível linha de crédito.

CUSTOS NAS ALTURAS

Em Sauípe, Agnelli chamou a atenção para o fato dos projetos de crescimento orgânico da companhia até 2012 exigirem investimentos de 59 bilhões de dólares, em um momento em que os custos estão subindo “de maneira selvagem” e a companhia faz um grande esforço para conter essa inflação.

“A gente tem feito uma ginástica para limitar a inflação de custos dos projetos em 25, 20 por cento. Se não tomarmos cuidado pode chegar a 40 por cento, vários projetos no mundo estão estourados em 50 por cento”, informou, sem dar mais detalhes.

Para conter os custos, de acordo com Agnelli, a empresa está usando todo o seu potencial de engenharia para simplificar os novos projetos (greenfield) e antecipar a entrada em operação de projetos já em curso (brownfield).

A exemplo de outros setores que produzem matérias-primas básicas, como o de petróleo, a área de mineração no mundo está sob pressão de custos devido ao aumento geral de investimentos buscando ampliação de produção para atender à crescente demanda, principalmente de países emergentes.

Tanto equipamentos como serviços têm subido bastante, acompanhando a alta dos produtos.

Segundo o presidente da Vale, a flexibilidade financeira é fundamental para garantir conforto à empresa em relação a esses investimentos que “agora já devem estar em 62, 63 bilhões de dólares por conta dos custos”, disse, referindo-se ao planejamento inicial de 59 bilhões de dólares.

Agnelli lembrou que a preocupação será sempre manter a saúde financeira da Vale e focar no crescimento orgânico da companhia, mas que é uma obrigação analisar todas as oportunidades que estão aparecendo em várias partes do mundo.

“É só olhar o histórico, a clareza e a transparência da Vale Quando a gente tem alguma coisa para anunciar a gente anuncia, quando a gente não tem nada para anunciar, não anuncia”, frisou, lembrando que os ativos de mineração no mundo inteiro estão “muito caros”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below