20 de Março de 2008 / às 11:25 / em 10 anos

Dalai Lama se diz pronto para falar com autoridades chinesas

DHARAMSALA (Reuters) - O Dalai Lama disse na quinta-feira que estará pronto para conversar com líderes chineses assim que terminarem os violentos protestos no Tibet.

<p>Dalai Lama. Photo by Stringer</p>

“Sempre estive pronto para me encontrar com nossos líderes chineses, particularmente Hu Jintao”, disse ele a repórteres, referindo-se ao presidente da China.

Ele acrescentou que está pronto para viajar a Pequim.

De Dharamsala, o Dalai Lama pediu aos tibetanos que parem com os protestos violentos no Tibet. Dharamsala, no norte da Índia, é a sede do governo em exílio tibetano.

O Dalai Lama é a favor de maior autonomia e não da independência do Tibet. Ele também apóia as Olimpíadas de Pequim. Mas muitos manifestantes --incluindo uma crescente geração de jovens-- não partilham de sua abordagem conciliatória. Eles dizem que o líder “fica em cima do muro” e não conseguiu muitos progressos nos últimos 20 anos.

“Muitos tibetanos desenvolvem expectativas que não são realistas”, disse o Dalai Lama, sem prolongar-se. “Por isso, tenho de pensar com muito cuidado.”

“Quando for a hora de ir para lá, estarei pronto”, disse, acrescentando que essas conversas com as autoridades chinesas poderiam acontecer “algumas semanas ou alguns meses” depois que o conflito acabar.

Reportagem de Jonathan Allen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below