20 de Outubro de 2008 / às 10:36 / em 9 anos

BOLSA EUROPA-Mercados sobem com commodities e setor financeiro

Por Atul Prakash

LONDRES, 20 de outubro (Reuters) - O principal índice de ações européias operava em alta nesta segunda-feira, influenciado por papéis ligados ao setor de commodities que tinham impulso com preços mais altos do petróleo e de metais. Investidores também se voltam para ações da área financeira, na expectativa de que a crise do setor bancário irá se abrandar.

Às 8h24 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 que reúne as principais ações européias registrava alta de 2,06 por cento, para 913 pontos. A alta do indicador na sexta-feira foi de 4,2 por cento na sexta-feira, mas o índice ainda acumula perda de 39 por cento este ano, afetado por temores de que a crise de crédito possa desencadear uma recessão global.

A ações de energia puxavam a alta do índice com o petróleo CLc1 subindo 3 por cento diante de expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) poderá cortar produção após reunião de emergência que acontece esta semana. O objetivo seria aumentar preços que caíram mais de 50 por cento em três meses.

As ações da BP (BP.L), da Royal Dutch Shell RDSa.AS, da produtora de gás BG Group BG.L e da Tullow Oil (TLW.L) registravam ganhos entre 3 e 7 por cento.

Mas a atenção permanece sobre o setor financeiro. O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, prometeu fazer o que for necessário para restaurar a confiança no setor. Ele disse a uma emissora de rádio francesa no domingo que o BCE está trabalhando próximo ao Federal Reserve dos Estados Unidos para resolver a crise financeira.

“Há sinais de que a Libor vai afrouxar um pouco, particularmente em dólares norte-americanos. Nós esperamos ver uma forte queda na taxa Libor do dólar norte-americana hoje, o que está ajudando as ações do setor bancário”, disse David Buik, da BGC Partners, em relação à taxa interbancária em Londres.

As ações de diversas empresas do setor financeiro registravam alta. As ações do ING ING.AS saltavam 21 por cento depois que o banco tornou-se a mais recente instituição européia a receber fundos governamentais. O banco concordou com um injeção de 10 bilhões de euros (13,5 bilhões de dólares) por parte do governo holandês, ao mesmo tempo que elimina bônus de executivos e dividendos de fim de ano.

As ações do Fortis FOR.BR registravam alta de 18,64 por cento, o Lloyds TSB (LLOY.L) se valoriza em 2,8 por cento, o Royal Bank of Scotland (RBS.L) subia 4,4 por cento, enquanto Barclays (BARC.L) tinha ganho de 4,2 por cento.

Mas os papéis do UniCredit (CRDI.MI) recuavam 1,7 por cento e os do Société Générale (SOGN.PA) despencavam 9,3 por cento diante de expectativas de emissão de ações. O Dexia DEXI.BR perdia 5,3 por cento.

Confira o desempenho das principais bolsas européias às 8h24:

BOLSA PONTUAÇÃO VARIAÇÃO %

Londres .FTSE 4.131 +1,71

Frankfurt .GDAX 4.824 +0,91

Paris .FCHI 3.374 +1,35

Madri .IBEX 9.854 +2,08

Milão .MIBTEL 16.731 +1,21

Lisboa .PSI20 6.773 +1,26

Veja como se comportaram as bolsas asiáticas [nN20500265]

Reportagem adicional de Joanne Frearson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below