23 de Abril de 2008 / às 20:38 / 10 anos atrás

PANORAMA2-Mercado doméstico realiza ajustes com agenda calma

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 23 de abril (Reuters) - O mercado brasileiro teve uma quarta-feira relativamente tranquila, com queda dos juros futuros mais longos após o Tesouro Nacional negar estudos para uma elevação do IOF sobre investimento estrangeiro em títulos públicos.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) aproveitou a calmaria para realizar lucros após cinco dias seguidos de valorização, que levaram o principal índice da bolsa paulista perto da máxima histórica.

A expectativa do mercado é para a quinta-feira, que terá logo pela manhã a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e depois a reunião mensal do Conselho Monetário Nacional (CMN), instância pela qual teria que passar um eventual aumento do IOF.

No exterior, as bolsas de valores fecharam em alta, animadas pelo lucro maior do que o esperado da Boeing (BA.N) e pela aposta dos investidores de que a Apple (AAPL.O) traria resultados fortes após o fechamento do mercado.

A seguradora de bônus Ambac ABK.N, porém, divulgou um prejuízo maior do que o esperado no primeiro trimestre e manteve o clima de desconfiança no mercado com as perdas provocadas pela crise no setor de hipotecas de alto risco.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,659 real, em baixa de 0,12 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,39 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa caiu 0,71 por cento, a 64.947 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,1 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em queda de 0,72 por cento, aos 40.065 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) mais longos caíram na BM&F. O DI janeiro de 2009 recuou a 12,66 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 13,57 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 135,06 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,17 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil cedia 7 pontos, a 227 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 267 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI subiu 0,34 por cento, a 12.763 pontos. O Nasdaq .IXIC teve alta de 1,19 por cento, para 2.405 pontos. O índice S&P 500 .SPX avançou 0,29 por cento, aos 1.379 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 3,75 por cento no final da tarde ante 3,7 por cento na terça-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below