September 24, 2008 / 8:58 PM / 9 years ago

PANORAMA2-Buffett anima, mas pacote não aprovado estressa

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - O que os mercados realmentem queriam ver --uma definição sobre o pacote de 700 bilhões de dólares para o resgate do setor financeiro dos Estados Unidos-- ainda não veio, mas o mau humor foi em parte contrabalançado pelos 5 bilhões de dólares que Warren Buffett colocará no Goldman Sachs.

O resultado foi forte alta do dólar ante o real, mas algum ganho da Bovespa, em meio à volatilidade em Wall Street e nos juros futuros na BM&F.

“A confirmação do grupo Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, de que vai investir 5 bilhões de dólares no Goldman, ajuda a amenizar o clima de aversão a risco, de tensão e de volatilidade dos mercados financeiros mundiais”, disse Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.

Buffett também disse que considera a compra de alguns ativos da seguradora AIG (AIG.N), que foi salva do colapso pelo governo dos Estados Unidos.

Somadas a essas notícias, a alta das ações da Petrobras (PETR4.SA) levou a Bovespa a subir mais de 2 por cento durante o pregão, encerrando o dia no terreno positivo. No câmbio, no entanto, permaneceu a cautela e o dólar avançou mais de 1 por cento sobre o real. Contra uma cesta de moedas .DXY, a moeda norte-americana subia 0,31 por cento.

Depois de oscilarem o dia todo entre o vermelho e o azul, as bolsas de valores dos Estados Unidos terminaram perto da estabilidade.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,851 real, em alta de 1,20 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,087 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 0,50 por cento, a 49.842 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,04 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros declinou 0,37 por cento, aos 27.740 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam sem tendência comum na BM&F. O DI janeiro de 2010 caiu a 14,82 por cento, enquanto o DI janeiro de 2012 avançou a 14,81 por cento.

    GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

    O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 127,688 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,14 por cento ao ano.

    RISCO-PAÍS 11EMJ

    No final da tarde, o risco Brasil operava em queda de 1 ponto, a 288 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 366 pontos-básicos.

    BOLSAS DOS EUA

    O índice Dow Jones .DJI recuou 0,27 por cento, a 10.825 pontos. O Nasdaq .IXIC teve variação positiva de 0,11 por cento, para 2.155 pontos. O índice S&P 500 .SPX baixou 0,20 por cento, aos 1.185 pontos.

    TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

    O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 3,81 por cento no final da tarde.

    (PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

    Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Alexandre Caverni

    0 : 0
    • narrow-browser-and-phone
    • medium-browser-and-portrait-tablet
    • landscape-tablet
    • medium-wide-browser
    • wide-browser-and-larger
    • medium-browser-and-landscape-tablet
    • medium-wide-browser-and-larger
    • above-phone
    • portrait-tablet-and-above
    • above-portrait-tablet
    • landscape-tablet-and-above
    • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
    • portrait-tablet-and-below
    • landscape-tablet-and-below