24 de Setembro de 2008 / às 19:38 / em 9 anos

REEDIÇÃO-Disputa entre teles faz iPhone ser lançado na 5a-feira

(Republica matéria para deixar claro que lançamento será 5a-feira)

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - A disputa acirrada entre as operadoras de telefonia móvel do Brasil fez com que o lançamento à imprensa do iPhone, celular da Apple (AAPL.O) de longa data aguardado pelo mercado, fosse agendado para a noite de quinta-feira.

O horário das 21 horas talvez nunca tenha sido usado antes para um evento à imprensa, diante até dos horários de fechamento dos veículos de mídia impressos, mas acabou concentrando os eventos das duas únicas operadoras até agora autorizadas a vender o modelo no Brasil.

Na semana passada, artigos na imprensa brasileira diziam que o iPhone seria lançado na próxima sexta-feira pela Vivo VIVO4.SA. Hoje, entretanto, a Claro, da mexicana América Móvil, distribuiu convite para o lançamento do iPhone nesta quinta de noite, onde convida as pessoas a conhecer o aparelho “em primeira mão”.

A Vivo, entretanto, também prepara um evento para o mesmo dia e horário, segundo fontes próximas à operadora.

A Claro abriu inscrições em seu site no início de julho para que interessados em adquirir o aparelho pudessem se cadastrar. Treze dias depois, ela afirmou que 100 mil pessoas haviam se cadastrado, mas não quis atualizar mais o número depois disso.

Já a Vivo informou que usaria o iPhone como forma de fidelizar seus clientes e, por isso, restringiria a venda a parte de seus assinantes, entre os quais ela identificaria o perfil de usuário de iPhone, a quem ela encaminhou uma correspondência oferecendo o produto.

Os usuários selecionados receberam uma gravação em seus celulares feita pelo próprio presidente da Vivo, Roberto Lima.

A versão do iPhone para a terceira geração de celular foi lançada no dia 11 de julho nos Estados Unidos. Em agosto, o modelo chegou a outros 22 países, incluindo alguns da América Latina.

A Telefónica, que controla 50 por cento do capital da Vivo, e a América Móvil acertaram contratos com a Apple para comercializar o modelo em todo o continente, incluindo o Brasil.

Dados da consultoria Predicta mostram que, até agosto, passava de 1 milhão o número de acessos à Internet através de iPhone, apesar do modelo ainda não estar oficialmente à venda no país.

A consultoria explica que o iPhone utiliza um sistema operacional exclusivo e por isso consegue identificar os acessos de forma tão clara. Ela não dispõe, entretanto, do número de aparelhos já existentes no Brasil.

Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below