26 de Fevereiro de 2008 / às 11:05 / em 10 anos

PANORAMA1-Investidor digere inflação no Brasil e nos EUA

SÃO PAULO, 26 de fevereiro (Reuters) - Mais dados de inflação e resultados corporativos no Brasil dividem espaço com um importante relatório de preços no atacado dos Estados Unidos nesta terça-feira.

Por aqui, a expectativa de analistas é de desaceleração do IPCA-15 de fevereiro e da terceira quadrissemana do IPC-Fipe.

Nos EUA, entretanto, economistas consultados pela Reuters prevêem aumento de 0,4 por cento para o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) em janeiro --mais do que revertendo o declínio de 0,3 por cento visto no mês anterior. A pressão virá dos custos de alimentos.

EMPRESAS

O Banco do Brasil (BBAS3.SA), maior instituição financeira do país, informou pela manhã lucro líquido de 1,217 bilhão de reais nos últimos três meses de 2007, contra resultado positivo de 1,248 bilhão de reais em igual período de 2006. Em 2007, o lucro caiu 16,3 por cento sobre 2006. Os principais executivos do banco dão entrevista à imprensa em Brasília, a partir das 10h, para comentar o desempenho.

A Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) também divulga resultado --o primeiro desde a estréia de suas ações na Bovespa.

Veja como encerraram os principais ativos na segunda-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar caiu 0,12 por cento, a 1,706 real. Foi a sexta consecutiva da moeda norte-americano. O volume no segmento interbancário foi de 2,5 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 0,61 por cento, para 65.000 pontos, segundo dados preliminares. O volume financeiro na bolsa foi de 5,1 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 1,08 por cento, aos 38.554 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerraram em alta na BM&F. O DI janeiro 2009 subiu para 11,77 por cento e o DI janeiro 2010 avançou a 12,43 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia levemente no final da tarde, para 133,06 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,54 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

O risco Brasil cedia 13 pontos no fim da tarde, a 235 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 259 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI subiu 1,5 por cento, a 12.570 pontos. O Nasdaq .IXIC teve valorização de 1,05 por cento, aos 2.327 pontos. O índice S&P 500 .SPX avançou 1,4 por cento, a 1.371 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,9 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado e Cesar Bianconi; Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below