28 de Setembro de 2008 / às 19:16 / em 9 anos

SAIBA MAIS:Principais pontos do pacote dos EUA e repercussão

NOVA YORK, 28 de setembro (Reuters) - Líderes do Congresso dos Estados Unidos chegaram a um acordo neste domingo sobre os pontos do pacote de resgate a Wall Street de 700 bilhões de dólares proposto pelo Tesouro. Veja detalhes do plano e repercussão de analistas.

PONTOS PRINCIPAIS: * Os 700 bilhões de dólares serão fornecidos em parcelas. Assim que a primeira de 250 bilhões de dólares for autorizada, o presidente pode requerer mais 100 bilhões de dólares. A parcela final de 350 bilhões de dólares pode ser liberada com uma nova movimentação do Congresso.

* Washington assumirá uma participação nas empresas que forem auxiliadas pelo programa, para que os contribuintes possam compartilhar os lucros das companhias se elas se recuperarem.

* Um novo painel do Congresso terá poder de supervisão sobre o plano e o secretário do Tesouro irá reportar-se regularmente aos parlamentares.

* Um limite de compensação será determinado para os chefes das empresas participantes do programa, para evitar pagamento excessivo e evitar que alguém se aproveite da ajuda do governo e depois deixe o cargo.

COMENTÁRIOS:

MICHAEL WOOLFOLK, ESTRATEGISTA SÊNIOS, BANK OF NEW YORK MELLON, NOVA YORK:

”Estou bastante desapontado com o fato de ainda não haver uma palavra final (aprovação) sobre o acordo. Parece que Washington não tem o mesmo senso urgência que os bancos e as mesas de negociação de Nova York e eu não ficaria surpreso se tivermos que esperar por toda a semana para termos um plano final (aprovado).

Tendo dito isto, tenho que ressaltar também que é importante que o Congresso não sacrifique a eficiência em nome da urgência. Nós temos apenas uma tentativa para acertar esse plano.

Não importa o quão efetivo seja o plano de resgate, pode ser tarde demais para o país evitar uma recessão técnica. Mas ele deve ser suficiente para evitar uma deterioração maior. A verdade é que apesar das injeções coordenadas de dinheiro dos bancos centrais nas últimas semanas, os bancos não estão dando empréstimos. Não há liquidez.”

JIM AWAD, PRESIDENTE, W.P. STEWART & CO. LTD, NOVA YORK:

”É o compromisso que sabíamos que eles (parlamentares) caminhavam para.

A esperança é que o acordo estabilize os mercados financeiros por um tempo. Eu descreveria o plano como necessário, mas não suficiente por si só.

O melhor pelo que você deve esperar é que os mercados financeiros se estabilizem e que passemos os próximos dois anos lidando com os problemas reais.

Espero uma reação positiva na Ásia e na Europa durante a noite (horário local) e a estabilização dos mercados financeiros dos EUA, (mas) qualquer rali será transitório, porque agora é que o trabalho de verdade começa.

Isso (pacote) não é suficiente (para salvar os mercados de crédito). Você provavelmente verá mais ações destruídas (caindo), mais fusões, mais baixas contábeis. Entre agora e a normalidade teremos mais ações destruídas e mais dor.”

KATHY LIEN, DIRETORA DE PESQUISA CAMBIAL, GFT FOREX, NOVA YORK:

“Neste momento, qualquer pacote de ajuda é melhor do que nada. Mas o pacote é apenas um band-aid sobre um problema muito grande. Vai ajudar Wall Street no curtíssimo prazo, mas não ajudará a economia real. A economia dos EUA enfrenta desafios em muitas frentes.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below