28 de Abril de 2008 / às 15:51 / 9 anos atrás

BOVESPA-Petrobras e Vale sustentam alta do índice; teles pesam

SÃO PAULO, 28 de abril (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) sustentava ritmo positivo nesta segunda-feira, apoiada na valorização das ações da Petrobras e da Vale, as de maior peso no índice.

Depois de ter chegado a se aproximar dos 66 mil pontos nos primeiros minutos de negócios, o Ibovespa .BVSP reduziu a aceleração e, às 12h42, subia 0,7 por cento, aos 65.637 pontos. O giro financeiro era de 2,4 bilhões.

Segundo operadores, o predominância das compras pela segunda sessão seguida evoluía na esteira da calmaria nos mercados de Wall Street, que custavam a firmar tendência à espera de dados importantes da economia dos Estados Unidos.

"Enquanto não há notícias negativas, a ordem é comprar", disse um operador de uma grande corretora paulista que preferiu não se identificar.

Na Bolsa de Nova York, o índice industrial Dow Jones .DJI operava praticamente estável, com oscilação negativa de 0,02 por cento. Os investidores aguardam a decisão sobre a nova taxa de juro norte-americanas, que sai na quarta-feira. O mercado espera que o BC dos EUA faça mais um corte de 0,25 ponto percentual do juro do país, hoje em 2,25 por cento ao ano.

De acordo com o profissional, o movimento era liderado por investidores estrangeiros, grupo que já injetou 6,4 bilhões de reais na compra de ações negociadas na Bovespa nos primeiros 23 dias de abril.

O foco novamente eram as blue chips. As ações preferenciais da Petrobras PETR4.SA avançavam 1,19 por cento, a 42,65 reais, enquanto as preferenciais da Vale (VALE5.SA) subiam 1,75 por cento, a 52,40 reais. Juntas, as duas respondiam por mais de um terço do giro do pregão.

TELES LIDERAM PERDAS

A OI liderava a coluna de perdas junto com sua nova controlada, a Brasil Telecom. Os papéis preferenciais da OI TNLP4.SA caíam 6,9 por cento, a 38,90 reais. Ao mesmo tempo, as ações preferenciais da Brasil Telecom Participações BRTP4.SA perdiam 3,4 por cento, valendo 24,15 reais.

Na sexta-feira, a OI anunciou oficialmente a compra da Brasil Telecom Participações por 5,86 bilhões de reais.

Também figurando com desempenho negativo, as ações preferenciais do Bradesco (BBDC4.SA) tinham declínio de 0,46 por cento, cotadas a 36,83 reais. Pela manhã, o maior banco privado brasileiro anunciou que teve lucro líquido de 2,1 bilhões de reais no primeiro trimestre, resultado 23,3 por cento acima do obtido no mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, a carteira de crédito total cresceu 38,5 por cento, para 169,4 bilhões de reais.

Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Alexandre Caverni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below