for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Governo estuda participação privada em novas usinas nucleares

SÃO PAULO, 30 de junho (Reuters) - O governo brasileiro está avaliando a possibilidade de companhias privadas poderem participar da construção de novas usinas nucleares no país, informou nesta segunda-feira o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão.

Segundo ele, o governo deverá licenciar três novas usinas nucleares nos próximos doze meses.

Lobão disse a jornalistas que a estatal Eletrobrás ELET6.SA deverá ser a principal acionista nos projetos das novas usinas atômicas, que estarão localizadas nas regiões Nordeste e Sudeste.

O Brasil possui duas usinas nucleares e a terceira, Angra 3, está sendo construída. O plano energético brasileiro previa a construção de entre 4 e 8 novas centrais nucleares até 2030.

Reportagem de Reese Ewing; Edição de Marcelo Teixeira

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up