13 de Agosto de 2014 / às 18:14 / em 3 anos

Candidato à Presidência Eduardo Campos morre em acidente de avião

(Reuters) - O candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos, morreu nesta quarta-feira na queda de um avião em Santos depois de decolar do Rio de Janeiro com destino ao litoral paulista. [nL2N0QJ1I8]

Candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, durante encontro na Confederação Nacional da Agricultura, em Brasília. 6/08/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino (BRAZIL - Tags: POLITICS)

Veja abaixo comentários de políticos e autoridades sobre a morte do candidato:

DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DA REPÚBLICA

“O Brasil inteiro está de luto. Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro. Neto de Miguel Arraes, exemplo de democrata para a minha geração, Eduardo foi uma grande liderança política. Desde jovem, lutou o bom combate da política, como deputado federal, ministro e governador de Pernambuco, por duas vezes.”

AÉCIO NEVES, CANDIDATO DO PSDB À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

“É com imensa tristeza que recebi a notícia do acidente que vitimou o ex-governador e meu amigo Eduardo Campos. O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos, que sempre lutou com idealismo por aquilo em que acreditava. A perda é irreparável e incompreensível.”

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA

”Como todos os brasileiros, estou profundamente entristecido com a trágica morte de Eduardo Campos. Um grande amigo e companheiro. (...)

O país perde um homem público de rara e extraordinária qualidade. Tive a alegria de contar com sua inteligência e dedicação nos anos em que foi nosso ministro de Ciência e Tecnologia. Ao longo de toda sua vida, Eduardo lutou para tornar o Brasil um país mais justo e digno.

O carinho, o respeito e a admiração mútua sempre estiveram presentes em nossa convivência.

Nesse momento de dor, eu e Marisa nos solidarizamos com sua mãe, Ana Arraes, sua esposa, Renata, seus filhos e toda a sua família, amigos e companheiros.

Também prestamos solidariedade às famílias dos integrantes da sua equipe e dos tripulantes que falecerem nesse terrível acidente.”

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA

”Certamente ele teria uma presença marcante para o futuro do Brasil, e o Brasil precisa de líderes com visão, com capacidade de compreender a situação e de não guardar ódio, rancores, animosidade. O Eduardo era assim.

Eduardo foi o tempo todo um candidato que respeitava os outros candidatos, que pensava muito mais no Brasil, nos problemas do país, do que simplesmente na pequena política. Eduardo é um homem que eu sempre respeitei.”

RENAN CALHEIROS, PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL

”É com profundo pesar que lamento a morte tão precoce e trágica do candidato do PSB à presidência da República, Eduardo Campos. Uma tragédia que deixa o Brasil chocado e surpreso. O país sofre a dor coletiva da perda de uma das mais promissoras lideranças da política brasileira.

Eduardo Campos foi um homem respeitável em todos os aspectos de sua personalidade, um pai exemplar e uma referência como homem público nos cargos que exerceu.

Em nome do Congresso Nacional e em meu próprio envio condolências à família, ao PSB e ao governo do Estado de Pernambuco.”

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO

“Estamos diante de uma tragédia que entristece todo o país. Em nome do povo de São Paulo, nossos sentimentos aos familiares de cada uma das pessoas que perderam a vida neste acidente. O Brasil deixa de contar com uma liderança jovem, promissora, que teria muito a contribuir para o país. E eu perco um amigo. São Paulo está em luto oficial pelos próximos três dias.”

ROBERTO AMARAL, PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO

”Aos 49 anos recém completados, Eduardo Campos vivia o auge de sua brilhante carreira política: deputado estadual, secretario de Estado de Pernambuco, deputado federal, ministro de Estado, governador de  Pernambuco reeleito por consagradora maioria, oferecia sua experiência e juventude ao serviço do País.

Candidato à Presidência da República, apresentou-se ao debate de nossas questões fundamentais, coerente com os princípios que sempre nortearem sua vida, e o primeiro deles era a busca por justiça social, razão de existência do Partido Socialista Brasileiro.

Perdemos Eduardo Campos quando mais o Brasil precisava de seu patriotismo, seu despreeendimento, seu destemor e sua competência.

Não é só Pernambuco e sua gente que perdem seu líder; não é só o PSB que perde seu líder. É o Brasil que perde um jovem e promissor estadista. estamos todos de luto.

RUI FALCÃO, PRESIDENTE NACINAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

”O Partido dos Trabalhadores está de luto. Lamentamos profundamente a trágica morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, e dos outros ocupantes do avião que se acidentou hoje em Santos. 

Campos, presidente do Partido Socialista Brasileiro, dedicou sua vida à política e à luta pelos menos favorecidos, em particular, pela população carente do nordeste.

Campos deixa um grande vazio na política brasileira. Seu partido, o PSB, sempre foi um aliado do PT e, juntos, construímos um país melhor e socialmente mais justo. Eduardo Campos teve papel importantíssimo nas gestões do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tendo sido ministro da Ciência e Tecnologia. Mesmo quando decidiu seguir um caminho diferente ao do PT, mantivemos com Eduardo Campos uma relação de profundo respeito e admiração.

A trágica morte de Eduardo Campos deixa o Brasil triste. Nesse momento de profunda dor, estendemos nossas condolências à família desse grande brasileiro, seus amigos e seus correligionários.”

ZÉ MARIA, PRESIDENTE NACIONAL DO PSTU E CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

”Como é sabido, o PSTU não tinha identidade política nem de classe com o ex-governador. Não apoiamos seu governo em Pernambuco nem a alternativa que representava nas eleições deste ano. Na verdade, na disputa política entre trabalhadores e patrões na nossa sociedade, nos encontrávamos em campos opostos.

Mas, queremos registrar que, evidentemente, lamentamos o acidente e o drama humano que causou e enviamos nosso pesar aos familiares, dele e dos demais ocupantes do avião acidentado.

Por fim nos solidarizamos com os feridos que foram atingidos no solo pelo mesmo acidente.”

MARCUS VINICIUS FURTADO COÊLHO, PRESIDENTE NACIONAL DA OAB

“A OAB lamenta profundamente a morte de Eduardo Campos. O Brasil perde um grande homem público, um estadista, alguém dedicado à causa de servir ao próximo. A OAB Nacional e a OAB Pernambuco, em especial, permanecem nutrindo a maior admiração por Eduardo Campos, dono de um diálogo aberto, fraterno e franco com a advocacia. Respeitador, mantinha conosco o ideal de uma reforma política no Brasil. Todo o sentimento de fraternidade e solidariedade deve ser transmitido a sua família e às famílias de todos os envolvidos no acidente”.

GUIDO MANTEGA, MINISTRO DA FAZENDA

“Neste momento de perplexidade, junto-me às vozes de todo o país que lamentam a perda súbita e prematura do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. Meus sinceros sentimentos a sua família e amigos, extensivo aos familiares de todas as vítimas desta tragédia.”

AUGUSTO NARDES, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (TCU)

”Lamento profundamente, em nome das autoridades e do corpo técnico da Casa, o falecimento do candidato à Presidência da Republica e filho da ministra do TCU, Ana Arraes, Eduardo Campos (...)

Em decorrência da tragédia, que abala todo o pais, o TCU se solidariza com as famílias, bem como com a sociedade pernambucana e brasileira, e informa que será declarado luto oficial”

GILBERTO CARVALHO, MINISTRO CHEFE DA SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

“Tive o privilégio de conviver com ele no governo do presidente Lula e a sua capacidade de trabalho, mas sobretudo, de fazer amigos, e sua capacidade de sedução, sempre foram marcas muito profundas de sua personalidade.”

DEPUTADO ROBERTO FREIRE (PE), PRESIDENTE DO PPS

“É uma tragédia, uma infelicidade. Não só para os amigos e para os correligionários, mas principalmente para o Brasil perder um homem como Eduardo Campos.”

ANDRÉ CÉSAR, ANALISTA POLÍTICO

“Num ambiente de comoção, faltando apenas 50 dias para as eleições, muda o cenário eleitoral... É natural a candidatura de Marina Silva, não existe um outro nome.

Marina ameaça o segundo lugar de Aécio, porque ela é uma candidata mais competitiva. Campos não estava indo tão bem assim na disputa.

“Para Dilma essa situação também não é boa, porque ela está na frente e pode ganhar uma adversária de mais força... Dilma está na frente e estável, e uma tragédia dessas é ruim, olhando pelo lado da disputa eleitoral”.

MARTA SUPLICY, MINISTRA DA CULTURA

“O Brasil perde um grande político: jovem, dinâmico e competente. Eduardo Campos deixa uma lacuna nesta nova geração e o povo brasileiro sentirá falta de sua contribuição para um país melhor.”

Reportagem de Jeferson Ribeiro e Leonardo Goy, em Brasília, e Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro; Edição de Maria Pia Palermo e Patrícia Duarte

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below