July 26, 2017 / 5:26 PM / 9 months ago

Seleção enfrentará Chile em SP e não jogará nenhum jogo das eliminatórias no Maracanã

SÃO PAULO (Reuters) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira que a seleção brasileira fará a última partida das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 no estádio Allianz Parque, em São Paulo, o que significa que a equipe não disputará nenhuma partida do torneio classificatório no emblemático estádio do Maracanã.

Jogadores do Brasil comemoram vitória sobre Paraguai na Arena Corinthians 28/3/17 REUTERS/Nacho Doce

A partida contra os chilenos será a segunda do Brasil na capital paulista nesta edição das eliminatórias. Antes a equipe derrotou o Paraguai por 3 x 0, em março deste ano, na Arena Corinthians.

“A última partida da seleção brasileira válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018 já tem local definido. O Brasil receberá o Chile no Allianz Parque, estádio do Palmeiras, na cidade de São Paulo”, informou a CBF em seu site.

“O jogo será no dia 10 de outubro e ainda não possui horário confirmado devido a possibilidade de rodada simultânea. Antes de receber o Chile, a seleção brasileira enfrentará a Bolívia, no dia 5 de outubro, em La Paz”, acrescentou a entidade.

A decisão de sediar a última partida da equipe comandada pelo técnico Tite na capital paulista, e consequentemente deixar o Maracanã de fora do calendário da seleção nessas eliminatórias, acontece em meio a uma grave crise vivida pelo Estado do Rio de Janeiro, que passa pela pior crise financeira da sua história e também vem enfrentando problemas graves na segurança pública.

Além disso, o Maracanã também é alvo de um imbróglio envolvendo o consórcio responsável pela administração do estádio, que alega estar sofrendo prejuízos. O estádio pouco tem sido utilizado para jogos dos times cariocas ultimamente devido aos altos custos.

Além da partida em São Paulo, o Brasil já atuou nesta edição das eliminatórias em Fortaleza, Salvador, Recife, Manaus, Natal e Belo Horizonte.

No dia 31 de agosto, a seleção, que já tem vaga assegurada no Mundial da Rússia, receberá o Equador na Arena do Grêmio, em Porto Alegre e, no dia 5 de setembro, viajará a Barranquilla para encarar a Colômbia na antepenúltima rodada da competição.

O Brasil lidera a eliminatória sul-americana com 33 pontos em 14 jogos, nove a mais que a vice-líder Colômbia. Uruguai e Chile completam a zona de classificação direta para o Mundial, enquanto a Argentina, na quinta posição, teria hoje de disputar uma repescagem para ir à Rússia.

Por Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below