for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

SpaceX prevê 1º lançamento do foguete Falcon Heavy para esta semana, com carro Tesla como carga

CABO CANAVERAL, Flórida (Reuters) - Um automóvel Roadster vermelho da Tesla recém-saído da linha de montagem da empresa de carros elétricos de Elon Musk deve ser levado esta semana para onde nenhum outro carro esportivo chegou antes, o espaço sideral.

O automóvel elétrico de luxo será utilizado como carga no voo teste de estreia altamente esperado do novo foguete jumbo Falcon Heavy, também de Musk, que deve ser lançado na terça-feira por seu outro empreendimento de transporte, a Space Exploration Technologies.

Se o lançamento for bem-sucedido, o Falcon Heavy será classificado como o foguete mais poderoso em operação atualmente, e o veículo espacial mais poderoso a ser lançado dos Estados Unidos desde os foguetes Saturn 5, da Nasa, que transportaram astronautas para a lua 45 anos atrás.

Provavelmente a SpaceX, com sede na Califórnia, vai ganhar vantagem em relação às companhias de foguetes comerciais rivais que buscam contratos importantes com a Nasa, as Forças Armadas dos EUA, empresas de satélites e até mesmo com turistas espaciais pagantes.

O “passageiro” do Falcon Heavy estará estabelecendo um recorde como o primeiro carro enviado à órbita solar -- em uma promoção de alta tecnologia inventada pelo próprio Musk.

“Eu adoro a ideia de um carro navegando aparentemente sem parar pelo espaço e talvez sendo descoberto por uma raça alienígena milhões de anos no futuro”, disse o empresário bilionário e fundador da SpaceX em uma publicação no Twitter no mês passado.

O Falcon Heavy é projetado para transportar cargas úteis de muito maior peso do que um carro esportivo, com o SpaceX vangloriando sua capacidade de colocar cerca de 70 toneladas em órbita terrestre por um custo de 90 milhões de dólares por lançamento.

Por Irene Klotz

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up