March 28, 2018 / 1:48 PM / in 8 months

China diz que líder norte-coreano se comprometeu com desnuclearização durante visita

PEQUIM/SEUL (Reuters) - O líder norte-coreano, Kim Jong Un, se comprometeu com a desnuclearização e a se encontrar com autoridades dos Estados Unidos, disse a China nesta quarta-feira, após encontro de Kim com o presidente chinês, Xi Jinping, que prometeu que Pequim manterá a amizade com seu vizinho isolado.

Líder norte-coreano, Kim Jong Un, e a mulher, Ri Sol Ju, ao lado do presidente chinês, Xi Jinping, e a mulher, Peng Liyuan, em Pequim em foto divulgada no dia 28/03/2018 KCNA/via Reuters

Após dois dias de especulação, China e Coreia do Norte confirmaram que Kim foi a Pequim e se encontrou com Xi durante o que a China chamou de uma visita não oficial de domingo a quarta-feira.

A visita foi a primeira viagem de que se tem conhecimento de Kim para fora da Coreia do Norte desde que assumiu o poder em 2011, e analistas acreditam que servirá como preparação para próximas cúpulas com a Coreia do Sul e com os Estados Unidos.

A agência de notícias estatal norte-coreana, KCNA, não mencionou o comprometimento de Kim com a desnuclearização ou com a reunião com o presidente norte-americano, Donald Trump, prevista para maio.

A China tem sido tradicionalmente a maior aliada da Coreia do Norte, mas seus laços foram enfraquecidos pelo desenvolvimento de armas nucleares por Pyongyang e pelo consequente apoio de Pequim a rígidas sanções da ONU contra o país.

O Ministério de Relações Exteriores da China informou, em longo comunicado, que Kim disse a Xi que a situação na península coreana está começando a melhorar porque a Coreia do Norte tomou a iniciativa de diminuir as tensões e de apresentar propostas para conversas.

“É nosso posicionamento consistente estar comprometido com a desnuclearização da península, de acordo com as vontades do falecido presidente Kim Il Sung e do falecido secretário-geral Kim Jong Il”, disse Kim Jong Un, segundo o ministério chinês.

A Coreia do Norte está disposta a conversar com os Estados Unidos e a realizar uma cúpula entre os dois países, disse.

“A questão da desnuclearização da península coreana pode ser resolvida, se a Coreia do Sul e os Estados Unidos responderem aos nossos esforços com boa vontade, criarem uma atmosfera de paz e estabilidade enquanto tomam medidas progressivas e simultâneas para a realização da paz”, disse Kim.

Após a visita de Kim à China, o presidente dos EUA, Donald Trump, escreveu em publicação no Twitter que Xi Jinping disse a ele que a reunião com o líder norte-coreano foi muito positiva, e que Kim está animado para se encontrar com ele.

“Recebi mensagem na noite passada de Xi Jinping da China de que seu encontro com Kim Jong Un correu muito bem, e que Kim está animado para se encontrar comigo. Enquanto isso, e infelizmente, sanções e pressão máximas precisam ser mantidas a todo custo”, escreveu.

Reportagem adicional de Christine Kim e Soyoung Kim, em Seul; David Stanway e John Ruwitch, em Xangai; e Ayesha Rascoe, em Washington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below