December 6, 2018 / 6:26 PM / 13 days ago

Índices europeus caem para mínimas de dois anos com prisão de executiva da Huawei

LONDRES (Reuters) - Os índices acionários europeus afundaram nesta quinta-feira depois que a prisão de uma alta executiva da chinesa Huawei alimentou preocupações sobre a guerra comercial EUA-China, derrubando ações globais com montadoras e tecnologia entre as áreas mais atingidas.

Operador durante pregão na Bolsa de Frankfurt, na Alemanha 29/06/2015 REUTERS/Ralph Orlowski

A CFO da Huawei, Meng Wanzhou, foi presa no Canadá e pode ser extraditada para os Estados Unidos, um desdobramento que cria dúvidas sobre a trégua comercial de 90 dias firmada pelos presidentes Donald Trump e Xi Jinping no sábado.

O índice pan-europeu STOXX 600 caiu 3,1 por cento para seu menor nível desde dezembro 2016. O índice sofreu sua pior queda diária desde a votação do Brexit em junho de 2016.

Os mercados acionários europeus despencaram pelo terceiro dia seguido, depois de cair no início da semana com preocupações sobre uma desaceleração econômica nos Estados Unidos.

“Eu realmente acredito que as pessoas estão pensando sobre a dinâmica comercial EUA-China de forma muito estreita”, disse Norman Villamin, chefe de investimentos na Union Bancaire Privée.

“Não é sobre comércio - é sobre o quem vai ser o líder político e econômico do mundo em 10-20 anos. É sobre tecnologia e sobre quem vai dominar este cenário”, ele acrescentou.

O índice alemão DAX, orientado para exportação, que tem enfraquecido por preocupações de que tensões comerciais iriam reduzir o crescimento da China, recuou 3,5 por cento para atingir uma mínima de dois anos.

O setor automotivo apresentou as maiores quedas, afundando 4,2 por cento para o menor nível desde julho de 2016, lideradas por uma queda de 7,3 por cento da fabricante de pneus Faurecia e um recuo de 6,3 por cento da montadora alemã Daimler.

As ações de tecnologia caíram 3,1 por cento. O fornecedor da Huawei STMicro perdeu 4,7 por cento, a AMS caiu 10,7 por cento e a Dialog Semi teve queda de 4,2 por cento.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 3,08 por cento, a 1.353 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 3,15 por cento, a 6.704 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 3,48 por cento, a 10.810 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 3,32 por cento, a 4.780 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 3,54 por cento, a 18.643 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,75 por cento, a 8.764 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 2,10 por cento, a 4.817 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below