November 25, 2019 / 6:30 PM / 16 days ago

Picapes elétricas de 8 fabricantes vão chegar ao mercado dos EUA até 2021

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, e sua Cybertruck dispararam uma onda de entusiasmo em torno de picapes elétricas e pelo menos mais sete fabricantes nos Estados Unidos devem lançar modelos movidos a baterias até 2021.

21/11/2019 Tesla/Handout via REUTERS

A questão é quem vai comprá-las. Companhias que vão da General Motors à startup Lordstown Motors anunciaram que planejam lançar picapes elétricas nos próximos dois anos e deverão produzir até 250 mil unidades por ano até 2024, segundo analistas da indústria.

As vendas destas picapes elétricas, porém, não deverão superar 70 mil unidades por ano, mesmo quando muitas das fábricas atingirem a produção plena, segundo o analista Sam Fiorani, da AutoForecast Solutions.

Se a demanda ficar tão longe das metas de produção, “vai haver muitos executivos da indústria automotiva chorando”, brincou o analista Joe Langley, da empresa de pesquisa de mercado IHS Markit.

Musk indicou no Twitter que a Tesla recebeu 200 mil reservas, que exigem depósito de 100 dólares, nas 72 horas do lançamento da Cybertruck, e que a empresa planeja produzir 50 mil delas por ano. A picape elétrica da Tesla deve entrar em produção no final de 2021 e será vendida por preço abaixo de 40 mil dólares.

O mercado norte-americano de picapes de combustão interna movimenta mais de 3 milhões de unidades por ano.

Muitas das picapes elétricas estão sendo lançadas por novas empresas, incluindo Bollinger Motors e Hercules Electric Vehicles, ambas situadas na região de Detroit, e Atlis Motor Vehicles, de Mesa, no Arizona. Os preços projetados variam de 45 mil a 125 mil dólares.

A Lordstown Motors tem um acordo de licenciamento com a Workhorse para produzir uma picape elétrica chamada Endurance na antiga fábrica da GM em Lordstown, em Ohio. Os executivos da Lordstown afirmam que planejam começar a produção no final de 2020, com preços a partir de 52.500 dólares.

Talvez a mais importante picape elétrica seja a R1T, da bem financiada, e estreante, Rivian. A startup de Michigan tem Ford e Amazon.com entre seus investidores.

A R1T deve começar a ser produzida no final do próximo ano em uma fábrica anteriormente controlada pela Mitsubishi Motors, em Illinois, e será vendida a partir de 69 mil dólares. No primeiro ano se produção, a Rivian planeja montar cerca de 25 mil picapes, mas tem uma capacidade instalada para até 260 mil veículos, incluindo um utilitário esportivo elétrico e uma van de entregas desenvolvida para a Amazon.

GM e Ford também devem começar a montar picapes elétricas no final de 2021, em fábricas na região de Detroit. Cada companhia espera produção anual de cerca de 40 mil unidades até 2024, disseram analistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below