December 24, 2019 / 11:15 AM / a month ago

China adotará medidas para apoiar empregos

Pessoas procuram emprego em uma feira em Qingdao, província de Shandong, China 27/02/2019. REUTERS/Stringer

PEQUIM(Reuters) - A China intensificará o apoio ao emprego para lidar com a crescente pressão sobre a segurança das vagas de trabalho em razão de desafios internos e externos, disse o gabinete nesta terça-feira, conforme a segunda maior economia do mundo desacelera.

O desaquecimento simultâneo nos setores de serviços e manufatura representa um grande problema para as autoridades que buscam manter o controle do desemprego e evitar distúrbios sociais, à medida que o crescimento econômico reduz o ritmo para níveis mínimos de três décadas.

“Atualmente, a situação de emprego na China é geralmente estável, mas os riscos e desafios em casa e no exterior estão aumentando e a pressão para estabilizar o emprego está subindo”, afirmou o Conselho de Estado em comunicado.

O governo atribuirá igual importância à criação de novos empregos e salvaguarda dos empregos existentes, e fará mais esforços para evitar os riscos de desemprego, disse o documento.

A China intensificará o apoio financeiro a empresas pequenas e privadas, incluindo a implementação de cortes direcionados de depósitos compulsórios e encorajando os bancos a aumentar empréstimos de longo prazo para pequenas empresas do setor manufatureiro, disse o gabinete.

O governo também expandirá os investimentos de maneira apropriada e estabilizará o comércio exterior para aumentar o emprego, afirmou o documento.

Além disso, o governo estenderá uma política que permita que empresas com poucas ou zero demissões recuperem os prêmios de seguro-emprego e também dará subsídios a algumas empresas para treinamento de pessoal até o final de 2020, disse o documento.

Uma política de redução das taxas de seguro-desemprego e seguro de acidentes de trabalho será estendida para abril de 2021, afirmou.

Nos últimos meses, Pequim lançou uma série de medidas para apoiar empresas pequenas e privadas, vitais para o crescimento e o emprego, em meio a uma guerra comercial contundente com os Estados Unidos.

Reportagem de Lusha Zhang e Kevin Yao

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below