for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Polaris trabalha em plano para tirar combustível de navio encalhado no MA com minério da Vale

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A sul-coreana Polaris Shipping poderá apresentar até domingo à Marinha um plano para a retirada do combustível do navio MV Stellar Banner, que transportava cerca de 295 mil toneladas de minério de ferro da Vale quando encalhou na semana passada na costa do Maranhão após sofrer avaria, informou a companhia à Reuters nesta quinta-feira.

A embarcação contém cerca de 3,7 mil toneladas de combustível náutico (bunker) e está estabilizada a cerca de 100 quilômetros da costa do Maranhão, segundo informações da Vale.

A expectativa é que a Marinha possa aprovar o plano de retirada do combustível do navio no próximo dia 10, segundo a assessoria de imprensa da Polaris, que ponderou que os estudos ainda estão em curso e que as datas poderão sofrer mudanças, caso necessário.

Em nota nesta quinta-feira, a Marinha confirmou que “após a aprovação do plano de destanqueio, será iniciada a retirada do óleo do navio encalhado, com previsão de ocorrer a partir de 10 de março”.

A Marinha também reiterou que a situação permanece estável, sem indícios de vazamento de óleo ou minério e que um navio continua realizando monitoramento via radar de detecção de óleo e não encontrou vestígios no mar.

“As atividades do plano de mergulho para verificação dos danos no casco e compartimentos alagados encontram-se em andamento”, disse a Marinha na nota.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up