for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Espanha reabrirá fronteira a alguns turistas em 21 de junho; anuncia pacote para setor automotivo

MADRI (Reuters) - A Espanha reabrirá as fronteiras para turistas do espaço Schengen, zona de fronteira abertas na Europa, a partir do dia 21 de junho, dez dias antes do planejado anteriormente, disse o primeiro-ministro Pedro Sánchez neste domingo, em uma nova redução das restrições do isolamento por conta do coronavírus.

Sánchez também disse que o pacote de resgate para o setor automobilístico espanhol, bastante atingido pela pandemia, totalizará 3,7 bilhões de euros, acrescentando que mais detalhes serão anunciados na segunda-feira.

“Conseguimos controlar o vírus em nosso país e no continente europeu... mas o risco não desapareceu”, disse Sánchez em entrevista coletiva após conversas com líderes das 17 regiões da Espanha.

“O turismo é um setor essencial para a recuperação econômica”, disse ele, anunciando a abertura das fronteiras da Espanha em 21 de junho a visitantes do espaço Schengen, que inclui a maior parte da União Européia e alguns países de fora como a Noruega.

O estado de emergência da Espanha termina no mesmo dia. As reduções da mobilidade serão suspensas, mas o uso de máscaras em público permanecerá obrigatório até que a cura ou uma vacina para a Covid-19, a doença pulmonar causada pelo vírus, seja encontrada.

No entanto, Saáchez disse que a fronteira terrestre da Espanha com Portugal permanecerá fechada até 1º de julho, sem dizer o porquê.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up