for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Itália aprova garantias para empréstimo de 6,3 bi de euros à Fiat Chrysler, diz fonte

REUTERS/Flavio Lo Scalzo

ROMA (Reuters) - A Itália aprovou um decreto que oferece garantias estatais para um empréstimo de 6,3 bilhões de euros à unidade italiana da Fiat Chrysler (FCA), disse uma fonte, abrindo caminho para o maior empréstimo desta crise a uma montadora europeia.

A fonte disse que o tribunal de auditoria da Itália assinou o decreto, em uma etapa final do que foi um processo demorado e contestado para a aprovação do empréstimo.

A divisão italiana da FCA utilizou os programas de financiamento de emergência de Roma para garantir o empréstimo estatal de três anos voltado a ajudar as operações do grupo no país, bem como o setor automotivo da Itália, no qual cerca de 10 mil empresas operam.

O empréstimo será desembolsado pelo maior banco de varejo da Itália, o Intesa Sanpaolo, que já o autorizou e aguarda a aprovação de garantias que o governo fornecerá em 80% do valor por meio da agência de crédito à exportação SACE.

O pedido de auxílio estatal gerou polêmica porque a FCA está trabalhando para se unir à rival francesa PSA e a holding da montadora ítalo-americana está registrada na Holanda.

Não ficou claro imediatamente quais condições, se houver, a Itália estabeleceu como parte das garantias e se elas afetariam os dividendos extraordinários planejados pela FCA de 5,5 bilhões de euros, que é um elemento essencial na fusão com a PSA.

Por Giuseppe Fonte

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up