October 28, 2016 / 1:27 PM / 2 years ago

Maior parque marinho do mundo é criado no oceano Antártico

SYDNEY (Reuters) - Vinte e quatro países e a União Europeia concordaram nesta sexta-feira em criar o maior parque marinho do mundo no oceano Antártico, cobrindo uma área imensa de 1,55 milhão de quilômetros quadrados de oceano.

Pinguim visto na costa da ilha de Ross, no oceano Antártico. REUTERS/Deborah Zabarenko

A Comissão para a Conservação dos Recursos da Vida Marinha Antártica, que se reuniu em Hobart, na Austrália, disse que o parque marinho do mar de Ross será protegido da pesca comercial durante 35 anos.

O mar de Ross é visto como um dos oceanos ecologicamente mais importantes do mundo. O santuário irá abranger mais de 12 por cento do Antártico, que abriga mais de 10 mil espécies, inclusive a maioria dos pinguins, baleias, aves marinhas, lulas-colossais e merluzas-negras antárticas do planeta.

A pesca será totalmente proibida em 1,1 milhão de quilômetros quadrados do mar de Ross, e áreas designadas como zonas de pesquisa irão permitir alguma pesca de krill e peixe-serra.

Cientistas e ativistas descreveram o acordo como um marco histórico nos esforços globais para proteger a diversidade marinha.

“A Área Marinha Protegida da Região do mar de Ross irá salvaguardar um dos últimos ambientes oceânicos selvagens intactos do planeta – lar de uma biodiversidade marinha incomparável e comunidades florescentes de pinguins, focas, baleias, aves marinhas e peixes”, disse o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em um comunicado.

Cientistas dizem que o parque marinho também irá proporcionar um entendimento maior do impacto da mudança climática.

A Rússia concordou com a proposta, mesmo depois de bloquear propostas de conservação em cinco ocasiões anteriores.

A comissão de 25 membros, que inclui Rússia, China, Estados Unidos e UE, exige apoio unânime para suas decisões.

“Todos eles têm interesses econômicos e políticos diferentes, e fazer com que todos se alinhem – especialmente no contexto de haver interesses econômicos divergentes – é um desafio e tanto”, disse Evan Bloom, um diretor do Departamento de Estado dos EUA e líder da delegação norte-americana, à Reuters.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below