March 16, 2018 / 11:38 AM / 6 months ago

Moscou irá expandir "lista negra" de norte-americanos em resposta a sanções, diz agência

MOSCOU (Reuters) - A Rússia irá responder a um novo pacote de sanções impostas pelos Estados Unidos expandindo sua “lista negra” de cidadãos norte-americanos, disse o vice-ministro de Relações Exteriores do país, Sergei Ryabkov, nesta sexta-feira, segundo a agência de notícias RIA.

Vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, em Genebra, na Suíça 15/10/2013 REUTERS/Fabrice Coffrini

O Departamento do Tesouro norte-americano impôs sanções contra cinco entidades e 19 cidadãos russos na quinta-feira, nos passos mais significativos tomados pelos Estados Unidos contra a Rússia desde que o presidente Donald Trump assumiu o poder.

“Desde o primeiro momento, nós usamos o princípio de paridade no número de pessoas incluídas em listas de sanções. Então, vamos expandir nossa ‘lista negra’ com outro grupo de norte-americanos”, disse Ryabkov, segundo a agência.

Ele acrescentou que Moscou não descarta a possibilidade de aplicar medidas extras em resposta às novas sanções, impostas pelo suposto envolvimento russo nas eleições norte-americanas e em ciberataques, o que a Rússia nega.

Moscou ainda quer manter um diálogo com Washington, mas toma contramedidas devido à “teimosia política norte-americana”, disse o diplomata de acordo com a agência.

“Esses políticos (norte-americanos) estão brincando com fogo destruindo o relacionamento russo-norte-americano porque, simultaneamente, eles abalam a estabilidade global”, disse.

Reportagem de Jack Stubbs

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below