May 27, 2018 / 4:56 PM / 4 months ago

Bebê "Milagre" nasce a bordo de navio de resgate enquanto chegadas à Itália aumentam

CATANIA, Itália (Reuters) - Um bebê chamado Milagre nasceu a bordo de um navio humanitário, enquanto a onda de imigrantes arriscando cruzar o mar da Líbia para a Itália aumenta com a melhora do clima.

Mais de 1.800 imigrantes foram resgatados por navios humanitários e por embarcações da guarda costeira e da marinha italiana nos últimos três dias, além de um corpo que foi recuperado, disse uma autoridade da guarda costeira italiana.

Chegadas da Líbia, ponto de atuação de traficantes de pessoas, caíram 85 por cento este ano em relação ao ano passado, enquanto a Itália fornece apoio à guarda costeira da Líbia e aos municípios ao longo da costa para impedir a entrada de barcos de imigrantes.

No entanto, o clima favorável ou outros fatores parecem ter invertido essa tendência, no momento.

“É realmente difícil saber o que está acontecendo dentro da Líbia, ou por que a guarda costeira da Líbia não esteve tão ativa nesses últimos dias”, disse Lauren King, porta-voz do Aquarius, o navio a bordo do qual o bebê Milagre nasceu.

O Aquarius é um navio de resgate dirigido pela SOS Mediterranée e pela organização Médicos Sem Fronteiras, que levou à Catânia, Sicília, 70 imigrantes neste domingo. O Aquarius está partindo novamente no final do dia para as águas ao largo da costa da Líbia.

“Dadas as condições climáticas... É melhor estarmos lá e prontos”, disse ela.

No sábado, o líder do partido de extrema-direita Liga, que parece estar pronto para formar um governo de coalizão com o Movimento 5 Estrelas, disse que o aumento das chegadas significa que alguém está tentando minar a futura administração.

“Os poderes habituais estão nos ameaçando com os barcos de imigrantes”, disse Matteo Salvini em sua conta do Twitter.

A Liga prometeu assumir uma linha dura na imigração irregular e deportar centenas de milhares de imigrantes se o governo receber o aval do presidente e ganhar o apoio do Parlamento.

Imigrantes resgatados pelo Aquarius falaram das condições horríveis e da violência na Líbia, incluindo a mãe do bebê nascido no sábado.

“Tanto a mãe quanto o bebê estão muito bem”, disse Amoin Soulemane, a parteira do Aquarius, em comunicado. Milagre, pesando 2,8 kg, foi o sexto bebê nascido no navio de resgate, mas o primeiro neste ano, disse King.

Quando Milagre foi trazido para o convés pela parteira, os imigrantes a bordo comemoraram seu nascimento cantando e dançando - muito longe das condições das quais disseram ter vindo na Líbia.

A mãe, cujo nome não foi divulgado, disse a representantes do Médicos Sem Fronteira que foi “mantida em cativeiro, espancada, com muito pouca comida e extorquida por dinheiro para liberação” durante o ano em que esteve na Líbia.

Ela finalmente conseguiu escapar de seus sequestradores e na quinta-feira partiu para o mar em um barco de borracha com outras 68 pessoas.

Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7719

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below