August 27, 2018 / 5:16 PM / 2 months ago

EUA e México chegam a acordo sobre o Nafta e pressão se volta para o Canadá

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos e o México concordaram nesta segunda-feira em reformular o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), pressionando o Canadá a concordar com os novos termos sobre o comércio de automóveis e outras questões para continuar fazendo parte do pacto.

Bandeiras de Canadá, México e EUA em púlpito para pronunciamento sobre o Nafta REUTERS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, disseram que as negociações com o Canadá começarão imediatamente, embora Trump tenha ameaçado impor tarifas sobre carros produzidos no Canadá se não for possível chegar a um acordo entre as três nações.

“Eu acho que com o Canadá, francamente, o mais fácil que podemos fazer é tarifar os carros dele que chegam. É uma quantia tremenda de dinheiro e é uma negociação muito simples. Isso pode terminar em um dia e nós receberemos um monte de dinheiro no dia seguinte”, disse Trump.

As negociações entre os três parceiros comerciais se arrastaram por mais de um ano e repetidas ameaças de Trump de que ele abandonaria o acordo de 1994 perturbaram os mercados financeiros, pressionando o peso mexicano e o dólar canadense.

As discussões entre o México e os Estados Unidos se concentraram na elaboração de novas regras para a indústria automotiva, que Trump colocou no centro de seus esforços para retrabalhar o pacto que descreveu repetidamente como “um desastre” para os trabalhadores norte-americanos.

O Canadá continuará a negociar, mas só assinará um novo acordo que seja bom para o país, disse um porta-voz da chanceler canadense, Chrystia Freeland.

Os Estados Unidos, o México e o Canadá negociam mais de 1 trilhão de dólares entre si todos os anos.

O anúncio de um acordo entre EUA e México impulsionou os mercados financeiros. Trump afirmou que conversará com o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau. Uma autoridade sênior norte-americana disse que há esperanças de um acordo final entre os três países possa ser alcançado até sexta-feira.

O acordo entre os Estados Unidos e o México exigirá que 75 por cento do conteúdo automotivo seja fabricado na região do Nafta, ante os atuais 62,5 por cento, disse uma segunda autoridade dos EUA.

Também exige que 40 a 45 por cento do conteúdo automotivo seja feito por trabalhadores que ganhem pelo menos 16 dólares por hora, segundo a segunda autoridade.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below