for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Líder da Igreja Católica alemã pede desculpas a milhares de vítimas de abuso sexual

BERLIM (Reuters) - O líder da Igreja Católica na Alemanha pediu desculpas nesta terça-feira “por todas as falhas e sofrimento” depois que um relatório mostrou que milhares de crianças foram abusadas sexualmente pelo clero, e disse que “os culpados devem ser punidos”.

O cardeal Reinhard Marx, presidente da Conferência dos Bispos da Alemanha, durante coletiva de imprensa após divulgação de relatório sobre abuso sexual por clérigos católicos, em Fulda, na Alemanha 25/09/2018 REUTERS/Kai Pfaffenbach

Pesquisadores de três universidades alemãs examinaram 38.156 arquivos pessoais referentes a um período de 70 anos encerrado em 2014 e descobriram indícios de abuso sexual de 1.670 clérigos e mais de 3.700 possíveis vítimas.

A revista alemã Der Spiegel noticiou as descobertas no mais cedo neste mês depois que o relatório vazou. O escândalo ocorre em um momento no qual a Igreja Católica enfrenta uma onda de novos casos em países como Chile, Estados Unidos e Argentina.

“Aqueles que são culpados devem ser punidos”, disse o cardeal Reinhard Marx, presidente da Conferência dos Bispos da Alemanha, em uma coletiva de imprensa para o lançamento do relatório na cidade de Fulda.

“Durante tempo demais nós da Igreja fizemos vista grossa, negamos, acobertamos e não queríamos que isso fosse verdade”, acrescentou ele.

“Por todas as falhas, dor e sofrimento, eu devo pedir desculpas como presidente da Conferência dos Bispos, assim como pessoalmente”, disse Marx.

“O estudo nos mostra claramente que a Igreja Católica de forma alguma superou essa questão de lidar com abuso sexual de menores”.

Harald Dressing, do Instituto Central de Saúde Mental e um dos autores do relatório, disse durante a coletiva de imprensa que o abuso sexual por parte de clérigos da Igreja Católica não acabou.

Ele disse que muitos casos provavelmente nunca foram denunciados ou levados a sério o suficiente para serem mencionados nas fichas.

“Os números resultantes (no relatório) são a ponta de um iceberg cujo tamanho real não conseguimos avaliar”, acrescentou Dressing.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up