October 2, 2018 / 12:18 AM / 3 months ago

Bolsonaro amplia vantagem e lidera com 31%, Haddad mantém 21%, diz Ibope

SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, ampliou sua vantagem na liderança da corrida presidencial, passando a 31 por cento das intenções de voto, seguido pelo candidato do PT, Fernando Haddad, que aparece com 21 por cento, mostrou pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira.

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad 17/8/2018 e 26/9/2018 REUTERS/Paulo Whitaker/Nacho Doce

No levantamento anterior do Ibope, feito para a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgado na última quarta-feira, Bolsonaro tinha 27 por cento, enquanto Haddad aparecia com os mesmos 21 por cento.

A pesquisa desta segunda mostrou ainda Ciro Gomes (PDT) com 11 por cento (ante 12 por cento na última quarta), Geraldo Alckmin (PSDB) com 8 por cento (ante 8 por cento) e Marina Silva (Rede) com 4 por cento (6 por cento antes).

Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, Ciro e Alckmin estão empatados tecnicamente no terceiro lugar, assim como o tucano e Marina estão no limite do empate técnico no quarto lugar.

O levantamento mostra ainda João Amoêdo (Novo) com os mesmos 3 por cento da última pesquisa, seguido por Henrique Meirelles (MDB) e Alvaro Dias (Podemos), que também repetiram a taxa anterior, de 2 por cento.

Os votos nulos e brancos somaram 12 por cento, ante 11 por cento na última pesquisa, enquanto os entrevistados que disseram não saber em quem irão votar passaram a 5 por cento, ante 7 por cento.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro perde para Ciro por 45 a 39 por cento (ante 44 a 35 por cento), fica atrás numericamente de Alckmin, por 42 a 39 por cento (ante 40 a 36 por cento), empata com Haddad em 42 por cento (ante 42 por cento para o petista a 38 por cento), e derrota Marina, por 43 a 38 por cento (ante 40 a 38 por cento).

O Ibope também pesquisou a rejeição dos candidatos.

Bolsonaro segue o mais rejeitado pelos eleitores, segundo o Ibope, com 44 por cento, mesma taxa da pesquisa anterior. A rejeição a Haddad saltou para 38 por cento, ante 27 por cento.

Marina tem rejeição de 25 por cento, ante 27 por cento, enquanto Alckmin é rejeitado pelos mesmos 19 por cento da pesquisa anterior, e Ciro tem rejeição de 18 por cento, ante 16 por cento.

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, ouviu 3.010 eleitores entre sábado e domingo, em 208 municípios.

Por Alexandre Caverni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below