October 8, 2018 / 12:19 PM / 15 days ago

Euro registra maior queda em quatro semanas conforme rendimentos de títulos italianos aumentam

LONDRES (Reuters) - O euro recuava nesta segunda-feira, registrando sua maior queda contra o franco suíço desde o início de setembro, conforme uma disputa entre Roma e a União Europeia sobre os planos orçamentários da Itália forçava um aumento nos rendimentos dos títulos italianos.

A combinação de uma fraqueza nos mercados de ações em todo o mundo e a ampliação do intervalo entre as taxas de rentabilidade dos títulos europeus e dos Estados Unidos levava os investidores que haviam apostado numa recuperação do euro no quarto trimestre a abandonar a moeda única.

“A situação italiana é uma desculpa para alguns investidores que esperavam uma recuperação nas últimas semanas do ano, já que dados recentes da Europa deram pouco apoio”, disse Timothy Graf, chefe de estratégia macro da State Street Global Markets.

Adicionando preocupações ao mercado, o vice-primeiro ministro italiano, Matteo Salvini, denunciou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e o comissário de Economia, Pierre Moscovici, como inimigos da Europa ao falar em uma entrevista coletiva com a líder de extrema direita francesa Marine Le Pen.

A moeda única caía quase meio por cento em relação ao dólar norte-americano para 1,1468 dólar e não muito longe de uma mínima de mais de um ano, de 1,1355 dólar, registrada em meados de agosto.

Contra o franco suíço, o euro recuava meio por cento e caía 0,7 por cento contra o iene japonês.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below