November 13, 2018 / 2:07 PM / a month ago

Preocupações com venda de iPhones pressionam fornecedores asiáticos da Apple

Baterias de íons de lítio para iPhones saem de uma máquina de auto-vedação dentro de uma fábrica em Dongguan, província de Guangdong, China 16/10/ 2018. REUTERS/Joyce Zhou

TAIPÉ/SEUL (Reuters) - As ações de fornecedoras e montadoras asiáticas da Apple caíram nesta terça-feira depois de vários fabricantes de componentes alertarem para resultados mais fracos do que o esperado, levando alguns observadores do mercado a identificar que o pico de vendas de iPhone já foi atingido em vários mercados-chave.

Após uma previsão ruim no início deste mês, analistas e investidores manifestaram preocupação com o estado dos negócios da Apple, contribuindo para as crescentes preocupações de que as vendas do iPhone estão estagnando e podem prejudicar os fornecedores.

Novas advertências na segunda-feira das fabricantes Japan Display, da britânica IQE e da norte-americana Lumentum Holdings, principal fornecedora da tecnologia de reconhecimento facial de última geração para iPhones, prejudicou as ações de tecnologia na Ásia nesta terça-feira.

Maior fabricante de chips do mundo por contrato, a Taiwan Semiconductor Manufacturing perdeu 2,6 por cento, enquanto a montadora Hon Hai Precision Industry (Foxconn) caiu mais de 3 por cento. A Rival Pegatron recuou mais de 5 por cento, mas depois recuperou as perdas. Ambas as empresas tem a Apple como importante cliente. O Taiwan Weighted Index caiu cerca de 1,6 por cento.

“A fraqueza do iPhone da Apple tem sido um problema de longo prazo para a cadeia de fornecimento da Ásia”, disse Arthur Liao, analista da Fubon Research, em Taipei.

“Para a Apple, o iPhone atingiu o seu pico. Para os fornecedores de tecnologia que enfrentam o futuro, eles não têm outro grande cliente como a Apple”, acrescentou.

Analistas disseram que a falta de avanços tecnológicos colocou um limite na demanda, o que persistirá nos próximos trimestres.

“Até o primeiro semestre de 2019, provavelmente não veremos nenhum avanço”, disse Nicole Tu, analista da Yuanta Investment Consulting.

Por Jess Macy Yu e Heekyong Yang

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below