January 25, 2019 / 5:53 PM / 7 months ago

Índice europeu de ações fecha perto de maior patamar em 2 meses embalado por balanços positivos

LONDRES (Reuters) - Ações europeias atingiram nesta sexta-feira seu maior nível em quase dois meses conforme balanços trimestrais positivos de empresas, esperanças de políticas monetárias acomodatícias nos Estados Unidos e preços mais altos do petróleo e de metais ajudavam a impulsionar uma recuperação global.

Gráfico do índice de preços das ações DAX na bolsa de valores de Frankfurt, na Alemanha 15/01/2019. REUTERS/Staff

O índice FTSEurofirst 300 fechou o dia com alta de 0,6 por cento, a 1.405 pontos. Com isso, ficou perto de máximas de dois meses, cravando a quarta semana consecutiva de ganhos e a caminho de seu melhor mês desde outubro de 2015. Já o índice pan-europeu STOXX 600 avançou 0,61 por cento, a 357 pontos.

Operadores citaram matéria do Wall Street Journal, segundo a qual autoridades do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, estariam considerando manter uma carteira maior de títulos do Tesouro do que antes, em razão do sentimento de risco.

“O sentimento econômico vem se deteriorando há algum tempo, mas a diferença entre agora e dezembro é que os bancos centrais estão reagindo a isso”, disse Antoine Bouvet, estrategista da Mizuho. “Isso é o que está levando a esse crescente tom sobre o risco”, argumentou ele, acrescentando que “o risco de aperto injustificado das condições é menor”.

Os investidores também ignoraram um importante indicador da confiança empresarial alemã, que destacou a deterioração da saúde da zona do euro.

O setor de tecnologia europeu atingiu seu nível mais alto desde 12 de novembro, após um rali de fabricantes de chips durante a noite em Wall Street por conta de resultados acima do esperado no setor.

O setor vinha sendo duramente atingido por temores sobre a estagnação da demanda por smartphones e arrefecimento da economia chinesa após alertas de vendas da Apple, Samsung e da Taiwan Semiconductor no início deste mês.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,14 por cento, a 6.809 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,36 por cento, a 11.281 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,11 por cento, a 4.925 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,26 por cento, a 19.810 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,38 por cento, a 9.185 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,99 por cento, a 5.152 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below