for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Avalanche soterra esquiadores em colinas da Suíça, há quatro feridos

CRANS-MONTANA, Suíça (Reuters) - Uma avalanche soterrou vários esquiadores nas colinas movimentadas do resort suíço de Crans-Montana nesta terça-feira, disse a polícia, e dezenas de agentes de resgate resgataram quatro pessoas ferias, uma correndo risco de morrer, e os trabalhos seguiam para libertar os sobreviventes.

O presidente da comuna, Nicolas Feraud, disse que se acredita que entre 10 e 12 pessoas estão presas sob a neve, segundo uma citação do jornal local Nouvelliste.

Contatado pela Reuters, Feraud não quis comentar quantas pessoas se acredita estarem soterradas.

“Ocorreu uma avalanche no setor de Plaine-Morte, equipes de busca e resgate estão no local. Várias pessoas estão soterradas”, disse a polícia do cantão de Valais em um tuíte.

Em um comunicado separado, a empresa de teleféricos Crans-Montana disse que um patrulheiro de esqui deu o alarme às 10h23 (horário de Brasília) e que “as circunstâncias do incidente ainda são desconhecidas”.

Philippe Magistretti, presidente da empresa de teleféricos, disse à Reuters por telefone do resort, que deveria sediar duas provas femininas neste final de semana: “Cerca de 100 agentes de resgate estão no local. Também temos pessoas do Exército que estavam aqui antes da Copa do Mundo”.

A avalanche desencadeada no meio da tarde ocorreu na esteira de uma semana durante a qual temperaturas quentes começaram a derreter a neve intensa na região.

Por Stephanie Nebehay, Tom Miles e Marina Depetris

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up