for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Autorização de segurança de CEO da SpaceX no Pentágono é colocada sob análise após uso de maconha

Elon Musk durante entrevista coletiva em Cabo Canaveral, na Flórida 02/03/2019 REUTERS/Mike Blake

(Reuters) - A autorização de segurança do presidente-executivo da SpaceX, Elon Musk, está sendo revisada pelo Pentágono depois que o bilionário fumou maconha no podcast de um comediante da Califórnia em setembro, disse uma autoridade norte-americana nesta quinta-feira.

Um relatório do incidente foi aberto pelo Pentágono pouco após o caso, de acordo com a autoridade, que falou sob condição de anonimato. A revisão foi reportada primeiro pela Bloomberg.

Musk possui uma autorização de segurança uma vez que a SpaceX fornece serviços de lançamento de satélite ao governo norte-americano. Uma cápsula não tripulada da companhia deve voltar à Terra na sexta-feira após uma curta passagem pela Estação Espacial Internacional, como parte da muito adiada missão da Nasa de retomar voos espaciais com humanos a partir do solo norte-americano ainda este ano.

“Por razões de privacidade e segurança, nós não discutimos publicamente status individuais de autorização”, disse o tenente-coronel Mike Andrews, porta-voz do Pentágono.

Musk, que também é CEO da fabricante de carros elétricos Tesla, preencheu novamente seu formulário de segurança SF-86, que exige que qualquer funcionário federal ou prestador de serviços que esteja solicitando uma autorização informe qualquer uso ilegal de drogas feito nos últimos sete anos, de acordo com a reportagem da Bloomberg, que disse que o processo de revisão não impactou a SpaceX.

Reportagem de Akanksha Rana em Bengaluru e Mike Stone em Washington

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up