for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Montadoras dizem que ameaça de Trump contra México vai custar bilhões

Caminhão com veículos produzidos pela Toyota no México atravessa fronteira rumo a San Diego (EUA) 28/04/2017 REUTERS/Mike Blake

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A Toyota afirmou nesta terça-feira que a proposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para imposição de tarifas de importação contra produtos do México vai custar aos principais fornecedores da companhia 1 bilhão de dólares, realçando crescente preocupação do setor automotivo com a potencial nova frente da guerra comercial iniciada por Washington.

Trump afirmou que vai aplicar tarifas de 5% sobre produtos mexicanos em 10 de junho se o México não interromper o fluxo de imigrantes ilegais aos EUA. As tarifas vão gradualmente subir para 25% até 1º de outubro se o México não cumprir a exigência do vizinho.

Diante da ameaça, montadoras de veículos estão planejando adiar alguns embarques de veículos a partir do México, disseram fontes próximas do assunto à Reuters nesta terça-feira.

Os atrasos nos embarques vão afetar veículos com altos níveis de estoques em concessionárias nos EUA e vão ocorrer se as tarifas forem de fato implementadas. Além disso, as montadoras estão tentando acelerar alguns envios de autopeças importantes antes do prazo marcado para a próxima segunda-feira.

A consultoria LMC Automotive afirmou nesta terça-feira que a indústria pode absorver uma tarifa de 5% por um mês, mas em um período de tempo maior a tarifa de 25% terá um impacto devastador sobre a indústria automotiva e reduzir as vendas de veículos novos nos EUA em até 1,5 milhão de unidades por ano.

“Um prolongado período de tarifas sobre importações mexicanas provavelmente levará o México à recessão e poderá também criar recessão nos EUA”, disse a LMC.

Em 2018, as vendas de veículos novos nos EUA somaram 17,3 milhões de unidades.

Em email visto pela Reuters, a Toyota informou suas concessionárias nos EUA que as tarifas custarão a seus principais fornecedores entre 215 milhões e 1,07 bilhão de dólares.

O email, datado de 3 de junho, enviado pelo diretor de vendas da Toyota para América do Norte, Bob Carter, também afirma aos concessionários da montadora que uma parcela de 65% da picape média Tacoma que a companhia pretende vender nos EUA em 2019 será importada da fábrica da empresa em Baja, no México.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up