August 3, 2019 / 4:35 PM / 3 months ago

Seguros, economia e impostos pesam sobre lucro da Berkshire Hathaway

(Reuters) - A Berkshire Hathaway disse, neste sábado, que seu lucro operacional trimestral caiu mais do que os analistas esperavam, com a fraqueza no negócio de seguros, a desaceleração da economia e problemas comerciais pesando sobre o conglomerado administrado pelo bilionário Warren Buffett.

A empresa de seguros automotivos da Berkshire, Geico, recebeu um número maior de sinistros, enquanto a competição de produtores estrangeiros, menores importações e “política comercial” diminuíram o volume de cargas para produtos agrícolas e de consumo em sua ferrovia BNSF.

Os lucros também mal se alteraram nos negócios de manufatura da Berkshire, nos quais as tarifas americanas feriram as vendas produtos de turbinas a gás e tubos em sua unidade Precision Castparts, e seus negócios de varejo e serviços.

O lucro operacional do segundo trimestre caiu 11%, para 6,14 bilhões de dólares, ou 3,757 dólares por ação Classe A, de 6,89 bilhões de dólares, ou 4,190 dólares por ação Classe A, um ano antes.

No geral, analistas esperavam um lucro operacional de 3,851.28 dólares por ação, segundo a Refinitiv IBES.

A Berkshire também disse que o lucro líquido trimestral subiu 17%, para 14,07 bilhões de dólares, de 12,01 bilhões de dólares um ano antes.

Por Jonathan Stempel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below