for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Coronavírus leva Ford a prejuízo de US$2 bi no 1º tri

15/01/2019. REUTERS/Brendan McDermid

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A Ford Motor divulgou nesta terça-feira prejuízo de 2 bilhões de dólares no primeiro trimestre, pressionada pelo impacto da pandemia de coronavírus e afirmou que espera que o resultado negativo do segundo trimestre mais que dobre.

“Acreditamos que o caixa da companhia é suficiente para nos levar até o final do ano, mesmo sem nenhuma ação adicional sobre vendas no atacado ou financiamento”, disse o vice-presidente financeiro da Ford, Tim Stone.

Praticamente toda a produção de veículos dos Estados Unidos parou em março. Agora, com o presidente norte-americano, Donald Trump, pressionado para a população voltar ao trabalho e vários Estados do país reabrindo suas economias, o foco do setor automotivo tem sido sobre quando a produção será retomada.

Ford, General Motors e Fiat Chrysler Automobiles(FCA) pretendem retomar a produção em algum ponto de maio e estão negociando com a central sindical United Auto Workers (UAW) sobre formas de reiniciar as atividades de maneira segura. FCA e GM divulgam seus resultados trimestrais em 5 e 6 de maio, respectivamente.

A Ford afirmou nesta terça-feira que vai retomar a maior parte de atividade fabril na Europa em 4 de maio. A empresa já reiniciou fábricas na China, onde as vendas caíram 35% no primeiro trimestre. Nos EUA, as vendas da montadora recuaram 12,5% no período.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up