January 17, 2015 / 8:28 PM / 4 years ago

Brasileiro é executado na Indonésia e Brasil chama embaixador para consultas

BRASÍLIA (Reuters) - O governo brasileiro convocou o embaixador em Jacarta para consultas, em reação à execução neste sábado do brasileiro Marco Archer, condenado à morte por tráfico de drogas na Indonésia, informou o Palácio do Planalto em nota.

O brasileiro foi morto na tarde deste sábado, após o governo da Indonésia rejeitar os pedidos de clemência do governo brasileiro. Marco Archer, de 53 anos, foi condenado por ter tentado entrar na Indonésia em 2003 com 13 quilos de cocaína escondidos dentro dos tubos de uma asa delta.

“O recurso à pena de morte, que a sociedade mundial crescentemente condena, afeta gravemente as relações entre nossos países”, disse a nota, acrescentando que o embaixador brasileiro foi chamado a Brasília para consultas.

Na sexta-feira, a presidente Dilma telefonou para o presidente da Indonésia, Joko Widodo, e fez um apelo pessoal em favor de Archer e também de Rodrigo Gularte, outro brasileiro condenado à morte no país asiático.

“A presidenta Dilma lamenta profundamente que esse derradeiro pedido, que se seguiu a tantos outros feitos nos últimos anos, não tenha encontrado acolhida por parte do Chefe de Estado da Indonésia”, disse a nota. “Nesta hora, a presidente Dilma dirige uma palavra de pesar e conforto à família enlutada.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below