March 24, 2015 / 5:13 PM / 4 years ago

Centro-sul antecipa moagem de mais de 1 mi t de cana em 15/16

SÃO PAULO (Reuters) - A moagem de cana-de-açúcar do centro-sul do Brasil na nova safra somou, até 16 de março, 1,24 milhão de toneladas, com a principal região produtora do país registrando atividades antecipadas da temporada 2015/16 em 20 usinas, informou nesta terça-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), em seu site.

A moagem da safra 15/16 começa oficialmente em 1º de abril, mas algumas usinas normalmente antecipam os trabalhos e outras não interrompem o processamento na entressafra.

“Usinas que antecipam a moagem ou mesmo as que não param, em geral, são usinas de menor porte e as mais descapitalizadas”, comentou o analista Júlio Maria Borges, da Job Economia.

Segundo ele, a antecipação da moagem por algumas unidades segue um movimento normal por parte de algumas empresas todos os anos.

“Não tem nada de diferente (este ano)... Trata-se de uma situação que afeta muito pouco o mercado, é uma produção pouco expressiva, é mais psicológico do que efetivo”, acrescentou.

A produção de açúcar em 15/16 até o final da primeira quinzena de março atingiu 23,19 mil toneladas, e a de etanol, 57,57 milhões de litros, sendo 4,89 milhões de anidro e 52,68 milhões de etanol hidratado, informou a Unica nesta terça-feira.

O volume é quase irrelevante comparado com a produção da temporada 2014/15, que totalizou 31,97 milhões de toneladas de açúcar e 10,78 bilhões de litros de etanol anidro e 15,34 bilhões de litros de etanol hidratado, segundo a associação.

A produção de açúcar total da nova safra foi estimada nesta terça-feira em 31,8 milhões de toneladas pela consultoria F.O.Licht.

Além de seis empresas que não interromperam o processamento, 14 unidades produtoras do centro-sul já iniciaram antecipadamente a produção da safra 2015/16, acrescentou a Unica.

A entidade não forneceu dados comparativos com o mesmo período do ano passado.

Também não divulgou na nota a localização das usinas que estão operando.

Normalmente, as usinas do Paraná —quinto Estado produtor de cana do Brasil— entram em operação antes das empresas situadas em São Paulo, que colhe mais da metade do produto do país, por questões climáticas.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below